Escolha uma Página

Quem nunca lascou o esmalte ou até mesmo as unhas segundos antes de sair para aquele compromisso em que é preciso estar com a aparência impecável? Por mais cuidadosa que você seja, ninguém está imune a passar por essas e outras pequenas emergências que parecem impossíveis de resolver a tempo. Conheça quatro truques que prometem te salvar nessas situações – e em um estalar de dedos.

QUEBROU?

unhas
Fonte: Unsplash

Unhas quebradas podem ser um grande transtorno, especialmente quando a rachadura acontece longe das pontas, naquele local impossível de cortar. Normalmente dói bastante e incomoda ter que cortar a unha muito curta.

Nesse caso, ou se não quiser ficar com todas curtas, você pode aplicar uma pequena camada de cola para unhas postiças, cobrir com uma folhinha de papel higiênico e aí fazer outra camada da cola só para deixar o papel bem molhadinho.

Espere secar, que é rápido, e depois passe uma lixa polidora pra nivelar bem. Cubra com base e a cor de esmalte que preferir. Mas fique atenta: nunca use colas com outras finalidades para esse truque! É perigoso!

LASCOU?

A pontinha lascada deixa menos espaço para manobras, então o melhor é não inventar muito e optar pelo básico. O mais interessante é lixar todas por igual para deixar as mãos esteticamente bonitas, e todas com o mesmo formato. Se não quiser que fiquem curtas, as unhas postiças adesivas são aliadas (mas para uma noite/dia só).

O ESMALTE DESCASCOU NA PONTA?

Esmalte descascando é um dos acontecimentos mais frequentes, especialmente durante viagens à praia ou depois daquele banho de piscina nos finais de semana. Portanto, ter o frasquinho da mesma “cor das unhas da semana” sempre com você pode ser uma ótima pedida nessa época.

Para corrigir o descascado é só pegar a cor e pincelar uma camada bem fininha na parte que descascou. Para pegar bem pouco produto, você pode limpar o excesso do pincel no próprio vidrinho de esmalte. Ao secar, só aplique o extra brilho para selar bem o “remendo”.

unhas
Fonte: Unsplash

A ESMALTAÇÃO ESTÁ OPACA E COM RISCOS?

O excesso de atrito é responsável por aqueles risquinhos ou até pela perda de brilho da esmaltação, o que pode ser resolvido rapidamente: “Passe outra mão da cor ou só o extra brilho, que muitas vezes já cobre e disfarça muito bem essas ocorrências sozinho.

Caso o esmalte esteja meio “amassadinho”, aplique bem de leve um algodão embebido em acetona, antes de realizar o procedimento, assim irá durar até a próxima esmaltação.

SUAS UNHAS ESTÃO MUITO FRACAS?

Para evitar as situações acima, separamos 12 dicas para fortalecer unhas fracas:

1) Faça as unhas toda semana para manter a limpeza delas.

2) Use produtos que fortaleçam as unhas, mas opte pelos que não levam formol na fórmula, pois podem causar alergias.

cuidados-unhas-fracas-2

3) Deixe a unha um ou dois dias sem esmalte para ‘respirar’. Se for passar direto outro esmalte, a unha fica fraca, branca e pode escamar.

4) Prefira os removedores de esmaltes do que as acetonas, pois não agridem as unhas.

5) Não tire toda a cutícula. Ela é a proteção da unha. Tirar tudo faz com que muita gente tenha micoses nas unhas.

6) Antes de aplicar o esmalte, passe sempre a base. Ela protege a unha da pigmentação do esmalte.

7) Após o esmalte, use produtos específicos que façam com que ele permaneça mais tempo nas unhas.

8) Use diariamente hidratantes específicos para cutícula, para não deixá-las ressecadas.

9) Se tiver de fazer tarefas domésticas, como lavar louças, use luvas não apenas para manter o esmalte, mas porque o detergente e os produtos de limpeza estragam as unhas e estimulam o aparecimento de micoses.

10) Tenha sempre em casa o esmalte que está usando. Se começar a descascar, é só corrigir na hora da emergência.

11) Se a unha quebrar, não cole. O ideal é cortar, pois se agarrar em algum lugar pode machucar.

12) Procure consumir alimentos com vitamina C, que ajudam a fortalecer as unhas.

E então, anotou as dicas? Incorpore-as a sua rotina! Suas unhas ficarão maravilhosas. 😀

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas