Escolha uma Página

O verão acabou e deu espaço ao tempo mais seco (e ainda quente) do outono, mas os efeitos do sol e dos produtos que são utilizados na estação continuam na pele e podem gerar alguns efeitos nada agradáveis. Por isso, reunimos dicas para acabar com problemas comuns como vermelhidão, manchas ou excesso de oleosidade.

Durante o verão, exploramos demais a nossa pele. A alta exposição ao sol, temperaturas elevadas e, muitas vezes, o uso de produtos incorretos ou não adequados para nossa pele, acaba a deixando deteriorada. Agora é o momento certo para a recuperarmos, da maneira correta, e prepará-la para o inverno.

Oleosidade excessiva

A oleosidade nessa fase do verão pode acontecer por dois motivos básicos: um reflexo do tempo quente da última temporada e/ou o contraste pelo início da nova. A pele tem um mecanismo de adaptação das glândulas sebáceas com a mudança de temperatura e de umidade na troca de estação, sendo assim, as atividades são aumentadas para que ela consiga maior hidratação.

O ideal é utilizar produtos voltados para pele oleosa e lavar o rosto de duas à três vezes o dia. O hidratante para rosto oleoso antes do filtro solar também é importante para não ter o que chamamos de efeito rebote, que é quando você resseca demais com os cosméticos e isso leva a produzir ainda mais óleo.

verão

Manchas de sol

Nada mais comum no verão do que investir no banho de sol no início do ano, mas se por um lado o bronzeado fica lindo, por outro é possível acabar com manchas que não acrescentam nada positivo ao visual. O primeiro e principal cuidado é utilizar o filtro solar para não piorar e usar de preferência um produto que possua cor de base, porque ela não protege apenas da luz ultravioleta, mas também da luz visível e mecânica, que não dá câncer, mas favorece essas manchas.

Tratamentos clareadores com creme, laser ou peeling são indicados pelo dermatologista nessa época de acordo com a intensidade da mancha. A maioria desses cremes contém ácido, então devem ser utilizados durante o período da noite.

Poros abertos e cravinhos

A maior oleosidade e temperatura também podem levar ao surgimento de cravos e aos poros mais abertos, algo que precisa ser corrigido agora que o verão ficou para trás. O maior controle da oleosidade já ajuda bastante a resolver esse problema, pois fecha poros. Em alguns casos vale lançar mão de procedimentos estéticos como os peelings químicos, porque eles matam as células da camada superficial da pele e nesse processo de renovação você ganha uma nova textura.

verão

Pele vermelha e sensível

A vermelhidão é outra consequência típica do verão, e que com as temperaturas ainda altas pode persistir por algum tempo. Se a pela está vermelha e sensível diminua o máximo possível da quantidade de produtos com ácido (como os antienvelhecimento) e aposte em sabonetes mais leves, filtro solar e hidratante. Essa sensibilidade acontece por conta do excesso de sol e de produtos. Quando estiver normal você pode retornar à rotina.

Hora do detox

A estação passada é que mais exige da pele, isso porque acumula fatores como a exposição solar e rosto abafado com a maquiagem com o uso de muitos produtos, como protetores solares mais oleosos para a praia. Tudo isso pode deixar a cútis sobrecarregada, e essa é a hora perfeita de investir naquela limpeza mais profunda.

Vale apostar em métodos detox para recuperar a pele, mas é preciso orientação de um profissional para não pesar. Essa é a fase ideal para procedimentos estéticos um pouco mais agressivos e que promovam uma renovação superficial, como é o caso do peeling, limpezas e esfoliações.

Anotou as dicas? Não esqueça de consultar um profissional de confiança e coloque em prática o plano de recuperação do verão para a sua pele. 😀

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas