Escolha uma Página

O secador é um grande aliado das mulheres, especialmente naqueles dias mais frios do inverno. E para quem está em busca de um modelo para chamar de seu a busca nem sempre é fácil: com tantos modelos disponíveis é comum ficar em dúvidas de qual o melhor para o seu bolso e necessidades. Descubra o que é preciso analisar para garantir uma boa compra e fazer o dinheiro render.

POTÊNCIA 

secador
Fonte: Unsplash

A potência é o detalhe mais importante na ferramenta, já que é ela quem dita a temperatura que é possível alcançar. Hoje há os caseiros, que tem de 1700 W a 2800 W.

O primeiro é fraco, enquanto o outro costuma ter bom desempenho para a maior parte das funções.

SE VOCÊ QUER UM QUE SEQUE MAIS RÁPIDO PODE IR PARA ATÉ 2000 W, acima disso são os profissionais, que nem sempre são boas opções para uso doméstico.

Uma dúvida bastante comum é se o tipo de fio deve influenciar a escolha, o que pode ser considerado parcialmente verdade.

Se você usar um secador com potência alta em um cabelo fino e mais fraco pode danificar mais, mas basta colocar na segunda temperatura.

Vale adquirir um modelo que tenha as MAIS ALTAS, PORQUE VOCÊ PRECISA DEIXAR MENOS TEMPO O SECADOR NA FIBRA, o que vai reduzir os danos.

VOLTAGEM 

Se você já ouviu que existem secadores bivolt, que vão funcionar em tomadas 110 V ou 220 V, é melhor esquecer essa informação.

ISSO NÃO EXISTE, PORQUE A TECNOLOGIA DO APARELHO NÃO PERMITE. Se você comprar um 220 e usar no 110, ele não vai queimar, só vai funcionar com menos desempenho. Já se for o contrário, existe o risco de queimar e até de explodir na sua mão, porque a hélice vai virar muito rápido, sobrecarregar o motor e pode sair por trás. Então analise bem.

PESO

Também pode variar muito de uma marca para outra, e você deve levá-lo em conta, especialmente se não tem muita habilidade. Se você fica muito tempo escovando os fios, um pesado e grande demais pode cansar os braços, e se já existe dificuldade pode ficar bem complicado de manusear. PEÇA PARA PEGAR O APARELHO E MANUSEIE UM POUCO PARA SENTIR SE ESTÁ ADEQUADO.

TOMADA

Pode parecer que o tipo de tomada não é decisivo na compra, mas, acredite, faz diferença: O secador superaquece por usar muita energia e pode causar um curto se for utilizado com adaptador de tomada. O FIO TAMBÉM DEVE SER MAIS ENCORPADO PARA GARANTIR MAIS SEGURANÇA.

TURMALINA X CERÂMICA

Esses dois materiais são comuns nos secadores, e, apesar das inúmeras promessas, não fazem tanta diferença quando o assunto é a saúde das suas madeixas. A CERÂMICA TENDE A AQUECER MAIS RÁPIDO, ENQUANTO A TURMALINA FICA FRIA POR MAIS TEMPO E FILTRA O AR.

TECNOLOGIA

secador
Fonte: Unsplash

Algumas ferramentas mais tecnológicas podem vir com o infravermelho, uma luz que promete tratar melhor dos fios. 

ELE É PARA USO PROFISSIONAL, PARA QUANDO VOCÊ VAI FAZER UM TRATAMENTO COMO A CAUTERIZAÇÃO, porque ela sela as cutículas com uma força maior.

Mas em casa, sem saber utilizar corretamente, pode ser perigoso e arrebentar o cabelo.

ÍONS POSITIVOS E NEGATIVOS também são destacados nas caixas de vários destes produtos, e eles realmente fazem diferença: CARGAS NEGATIVAS FAZEM COM QUE OS CABELOS TENHAM AS CUTÍCULAS SELADAS, e são os melhores para o uso em casa.

Já os com íons positivos deixam com carga estática e abrem a cutícula nos fios, ajudando em tratamentos onde é preciso que os produtos penetrem bem na fibra. Esse último é melhor deixar apenas para o salão.

ACESSÓRIOS

A boca do secador precisa ser de qualidade, já que é ela quem ajuda a direcionar corretamente o jato de ar para o efeito que você deseja. Alguns vem com um bico que é de FIBRA DE VIDRO, MAS ELE NÃO SEGURA TÃO BEM NO APARELHO E COSTUMA CAIR E QUEBRAR com facilidade. Se ele tiver, peça a substituição por um de plástico na loja, geralmente costumam trocar.

No geral, os mais modernos vêm com duas opções, uma fininha e outra bem aberta. Muitos bocais acabam sendo vendidos separadamente, e eles vem só com o estreito, que é ideal para modelar os cabelos enquanto seca, e o largo, que sopra o ar espaçadamente para secar com velocidade, mas sem alterar a forma. PARA QUEM TEM CACHOS, É UMA BOA IDEIA ADQUIRIR UM DIFUSOR.

CUIDADOS COM O SEU EQUIPAMENTO

Sempre que for utilizar, preste muita atenção se todos os componentes estão no lugar, o que impede acidentes que podem ser graves, como explica Almeida: A TELA DE TRÁS E O BICO SEMPRE DEVEM ESTAR BEM FIXOS NO APARELHO, caso contrário ele pode sugar os cabelos e a tesoura é a única solução.

Outro cuidado é escolher corretamente os locais em que você usará o seu secador, e, claro, ficar atenta. O BANHEIRO NÃO É UM BOM LUGAR, PORQUE É ÚMIDO E SE ENTRAR ÁGUA O SECADOR EXPLODE, não pode ter contato. Um erro que também é frequente é fazer na cama e deixar apoiado em direção ao tecido. Dependendo do material, vai superaquecer e pegar fogo. Se for apoiar, desligue.

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas