Escolha uma Página

O crescimento dos cabelos e a queda de cabelo tem um ciclo, como tudo na natureza: enquanto fios estão crescendo; outros estão em repouso, por terem atingido seu potencial máximo; e outros caem para ceder lugar aos novos. Fatores genéticos, hormonais, estresse, medicamentos e alimentação podem romper esse ciclo natural e provocar duas consequências: os cabelos começam a cair muito cedo e não há crescimento de novos fios no folículo.

queda de cabelo
Fonte: Unsplash

O cabelo passa por três fases. Primeiro é a fase do crescimento, a anágena, que dura de três a cinco anos. A segunda fase se chama catagena – é quando os fios param de crescer e o normal é durar três semanas.

A terceira fase é a telógena, ou a fase de queda dos fios. Repare no seu cabelo quando ele cair.

Se o branquinho na ponta do fio cair junto, é sinal de que o ciclo do cabelo não foi completado. Muita gente acha que a pontinha branca é a raiz, mas não é. É a mucina, que prende o cabelo no folículo.

A química pode contribuir para a queda de cabelo. Estica, alisa, puxa, enrola, colore, descolore, volta a colorir… É tanto produto que uma hora o cabelo não aguenta.

E aí, a solução é cortar. Antes de bombardear o cabelo com vários procedimentos, é preciso tratar os fios.

Também é preciso cuidado na hora de alisar o cabelo e para os retoques é preciso respeitar o limite do alisamento anterior. 

Antes da química, o ideal é preparar o cabelo para ela. Uma semana antes, inicie o tratamento com shampoo, condicionador, selante, que tenham queratina, ceramidas, aminoácidos, spirulina, que ajudam na reconstrução dos fios. Use também depois. No salão, procure saber o que profissional está usando no cabelo.

Quais são as possíveis causas da queda de cabelo?

GENÉTICA – essa é a causa mais comum;

HORMONAL – ciclo menstrual irregular, síndrome do ovário policístico, menopausa ou pós-parto;

ESTRESSE – pode ser o gatilho que interrompe o ciclo de crescimento natural e precipitar a queda. Seus sinais visíveis aparecem entre 4 e 16 semanas depois do evento estressante;

SAÚDE – males como febre muito alta, condições autoimunes, infecções são alguns dos agentes que podem provocar a queda dos cabelos;

MEDICAMENTO – difícil detectar com certeza quais são as substâncias que podem provocar a queda dos cabelos, mas quimioterapia, o uso de alguns antidepressivos, medicamentos para tireoide e colesterol e anticoncepcionais podem estar por trás dessa perda;

ALIMENTAÇÃO – os cabelos precisam de proteínas, glicose e vitaminas para manterem-se fortes e saudáveis. Regimes muito radicais podem provocar sua deficiência e causar a queda dos cabelos, algumas vezes temporária.

Tratamentos

queda de cabelo
Fonte: Unsplash

Temos uma boa notícia: foi criado na Europa composto o formulado para  acabar com os cabelos ralos finos e sem vida dos cabelos, com ele é possível restaurar a beleza, a força a a aparência saudável dos cabelos.

A combinação de proteoglicanos específicos funciona com o Ciclo de Crescimento do Cabelo e ajuda a normalizar a função geral dos folículos capilares.

A explicação de como o processo acontece é bastante técnica. O ideal é consultar o médico dermatologista e se informar sobre o novo produto.

Também existem outras opções de tratamentos é uma loção à base de latanoprosta, uma substância usada em colírios para tratar glaucoma.

O tratamento faz crescer novos fios, permite que os fios em fase de crescimento continuem crescendo e evita a queda dos cabelos antes do tempo comum.

Outro tratamento é o microagulhamento. São feitos pequenos furinhos no couro cabeludo que provocam um sangramento na região. Esse mecanismo libera o plasma rico em plaquetas. Além disso, os furinhos aumentam a vascularização da região. Vascularização e plaquetas geram formação dos fios de cabelo. Já o minoxidil é uma loção capilar que tem ação vasodilatadora. Ele evita que o cabelo caia e pode estimular o crescimento em algumas áreas, como a coroa.

Para escolher a melhor opção de tratamento para você, consulte um(a) dermatologista. Resolver o que te incomoda no seu corpo é muito importante para a auto estima. Cuide-se! 🙂

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas