Escolha uma Página

Cravos e espinhas não são problemas apenas da adolescência, muitas mulheres adultas também sofrem com essas marquinhas que prejudicam o visual e parecem impossíveis de eliminar. E geralmente a causa do problema está em alguns errinhos inocentes e que passam despercebidos no dia a dia.

Excesso de produtos

cravos e espinhas
Fonte: Unsplash

Os cravos surgem principalmente pela obstrução dos poros de onde saem os pelos e estão situadas as glândulas sebáceas, que produzem a oleosidade da pele.

Portanto, tudo que ajuda a entupir ainda mais esse canal é prejudicial. Produtos em excesso podem gerar descamação e isso entope.

Outros ainda induzem a formação do comedão, o popular cravo, como é o caso de óleos minerais. É muito importante não sobrecarregar e usar os itens certos.

Se você tem o rosto oleoso e for optar por um creme com óleos, prefira os vegetais. Fique de olho nos rótulos e indicações de tipo de cútis.

Dormir de maquiagem

Esse é um daqueles erros que você não deve cometer nunca: A grande maioria das bases são oleosas e podem induzir o entupimento, então sempre limpe muito bem com um demaquilante antes de deitar.

Se o rosto é naturalmente oleoso procure por bases para esse tipo especifico de pele, com textura mais seca e suave.

O primer é um grande aliado para evitar o problema, porque ele prepara a face para receber o make, protege os poros e favorece a fixação no tecido.

Esfoliação incorreta

A esfoliação é importante para remover impurezas e células mortas, mas nada de exagerar na dose. O excesso é ruim. Ela é uma boa aliada para desentupir os poros e é ótima para o tecido, mas quando é muito contínua a pele fica inflamada e isso aumenta ainda mais a oleosidade, gerando o efeito contrário de proliferação de cravos e espinhas.

Para peles muito oleosas, os esfoliantes leves podem ser utilizados a cada dois dias. Os mais intensos, ou na pele seca, devem ser aplicados uma vez por semana.

Alimentação inadequada

cravos e espinhas
Fonte: Unsplash

Não adianta gastar muito dinheiro em produtos e tratamentos se você não mantém uma dieta equilibrada e saudável, afinal, a beleza começa de dentro para fora.

Quando ingere substâncias com alto índice glicêmico, que liberam muito açúcar no sangue, você estimula as glândulas sebáceas e isso pode obstruir. Então prefira alimentos saudáveis.

Falta de hidratação e limpeza excessiva

A pele oleosa precisa ser bem limpa com sabonete próprio e até um bom tônico, mas é essencial que você mantenha uma boa hidratação e não repita demais esse procedimento.

Um erro comum é lavar várias vezes ao dia, porque se a pele é oleosa e fica complemente sem esse óleo ela passa a compensar aumentando ainda mais a produção, é o que chamamos de efeito rebote. Lave pela manhã e à noite e complete com um hidratante próprio para o rosto oleoso.

Não investir na limpeza de pele

Você nunca fez uma boa limpeza de pele? Talvez seja a hora de mudar esse jogo: Assim como o cabelo, a pele suja e acumula uma série de impurezas, então ela precisa de uma limpeza mais profunda. Caso você tenha tendência à cravos e espinhas aposte na limpeza de pele mensal, ou no máximo, a cada três meses.

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas