Escolha uma Página
Cintura alta: valorize a silhueta com a escolha certa

Cintura alta: valorize a silhueta com a escolha certa

A cintura alta, modelo que marcou a década de 70 e 80, volta hoje com força e traz elegância para as produções atuais. Além, é claro, de vários opções. Ela saiu do jeans básico e foi para as calças de alfaiataria, para os shorts, para as saias, enfim, acabou sendo incorporada em tudo.

A vantagem e a desvantagem da cintura alta é que ela marca a silhueta. Isso é bom porque pode valorizar seu corpo, mas pode ser ruim se destacar de maneira errada. Isso não quer dizer que o modelo só possa ser um usado por um ou outro tipo de corpo, toda mulher pode usar cintura alta, a dica é prestar atenção aos detalhes e montar um visual que te valorize e com o qual você se sinta bem.

Por exemplo, mulheres que tem muito busto, se não quiserem chamar a atenção para a área, devem apostar nos modelos que vão até o umbigo. Para quem tem pernas curtas, é uma ótima opção para alongar a silhueta. E vale lembrar que ele vai ressaltar o quadril.

Calça

cintura alta
Fonte: Unsplash

Na hora de escolher um modelo, você pode apostar no jeans clássico ou ir para a calça de alfaiataria ou até mesmo um modelo flare, mais justo. Para realçar a calça, use a blusa por dentro, pode ser uma t-shirt se o look mais mais descolado ou uma camisa se for mais social.

Um blazer mais longo é um ótimo acompanhamento, pois alonga a silhueta.

Na hora de combinar as peças, mantemos as dicas de sempre, equilíbrio nas cores. Se forem neutras não tem muito segredo, mas se foram estampadas, procure tons que conversem entre si. No pé vale de tudo, desde o tênis até o salto e para completar o visual, acessórios, sempre.

Shorts

Assim como a calça, o shorts de cintura alta também alonga a silhueta. Ele é uma peça bem versátil, principalmente se for jeans, mas as opções em tecidos também são ótimas para variar. 

Você pode investir em praticamente qualquer blusa para acompanhar, o lance é equilibrar as cores e o modelo. Por exemplo, se for um modelo de shorts mais justo, uma blusa mais larga é uma ótima pedida. Já se for largo, uma blusa justa vai ajudar a marcar a silhueta. Mas tudo vai depender do look que você pretende montar.

As dicas de sobreposição, de sapatos e de acessórios são as mesmas da calça, mas um diferencial do shorts é que ele vai chamar atenção para a perna, então se quiser disfarçar um pouco isso, opte por acessórios ou combinações chamativas na parte de cima e evite o salto.

Saia

cintura alta
Fonte: Unsplash

As saias de cós alto são elegância pura. Seja um modelo lápis preto ou uma saia balonê florida, elas dão um toque a mais no visual e deixam a produção bem romântica.

Os modelos mais justos vão marcar bem a região da barriga e quadril, já os mais largos vão disfarçar a barriga, mas realçar a largura do quadril. Opte por um modelo que te deixe confortável.

As combinações são fáceis e vão desde uma camisa social para ir trabalhar até uma t-shirt bem descolada para o dia a dia ou a balada. A escolha do sapato vai depender do que você quer com a produção, um salto te deixa mais social e um tênis ou sapatilha mais básica, mas não menos produzida.

Quando o assunto é cintura alta, o importante na hora de escolher a peça é gostar dela no seu corpo, as combinações e acessórios ficam por conta da criatividade.

Boyish: você conhece essa tendência?

Boyish: você conhece essa tendência?

Você já ouviu falar em estilo boyish? Se não ouviu, provavelmente já viu ele por aí. É um estilo mais despojado e composto por peças “masculinas”. Hoje em dia tem muita peça que já foi considerada de homem ou de mulher, que é incorporada nas produções de ambos os sexos. A moda está aberta as experimentações e o estilo boyish vem para mostrar que isso pode dar muito certo.

Uma das características desse estilo são as roupas mais largas, o que torna as produções confortáveis, mas sem perder a versatilidade, pois você pode montar um look despojado para o dia a dia ou uma coisa mais elaborada e social.

Regatas

boyish
Fonte: Unsplash

Super em alta, as regatas são uma ótima escolha na hora de investir nesse estilo. Largas e cavadas na lateral, elas deixam uma parte do sutiã a mostra e criam um visual muito despojado.

Opte por um sutiã básico que pode ser preto, para dar um contraste ou colorido, mas nada cheio de rendas etc. Na parte de baixo, uma peça justa ajuda a equilibrar.

Camisas

A ideia do boyish é que você “emprestou” roupas do guarda roupa masculino, então na hora de escolher uma camisa, aposte na modelagem oversized.

A dica de equilíbrio com peças mais justas na parte de baixo serve aqui, também. Na hora de complementar o look, acessórios dão um toque feminino.

Sobreposição

Para incorporar o estilo, você precisa de apenas algumas peças que sigam essa tendência. Blazers e coletes são ótimas escolhas para isso. Além do que, são peças que podem te ajudar a montar um look mais casual ou formal, a escolha do sapato aqui pode te ajudar, também. Tênis e sapatilhas para produções mais despojadas e um salto para o visual social.

Calças

Você provavelmente já ouviu falar das calças boyfriend? Com uma modelagem mais larga, elas são ótimas opções para compor o look. Opte por uma blusa mais justa para acompanhar e invista nos acessórios, não tem erro.

Outra opção são as calças de alfaiataria. Elas também seguem a proposta do “mais largo” e são a escolha certa na hora de produzir um visual mais formal. Com um salto ela vai alongar a silhueta e combinada à uma camisa justa, vai valorizar o corpo.

Sapatos

boyish
Fonte: Unsplash

Como já falamos, a escolha do sapato vai ditar um look mais informal ou não. Um clássico desse estilo é o modelo Oxford.

Ele é todo fechado e com cadarço, hoje em dia opções diferentes não faltam, principalmente nas cores e estampas do sapato.  O mocassim também é uma boa escolha, mas nada te impede de investir em um tênis ou sapatilha normal, vai depender do que você procura.

Acessórios

Os acessórios podem fazer toda a diferença na hora de montar o look boyish, isso porque são eles que vão dar um tom mais feminino para o visual. O maxi colar é uma ótima escolha, você pode apostar nele por cima das camisas e regatas, vai ficar um arraso.

Além disso, um mix de pulseiras e anéis vão completar o look perfeitamente. Seja criativa!

Unha bailarina: Conheça a nova tendência

Unha bailarina: Conheça a nova tendência

unha bailarina
Fonte: Unsplash

Vamos conversar sobre a unha bailarina, a mais nova tendência em unhas do momento.

No começo da temporada outono-inverno, um hit que conquistou as mãos das famosas e virou tendência entre a mulherada foi a unha stiletto, caracterizada pelo formato bem pontiagudo. 

Com o passar da estação, a TENDÊNCIA FOI SE TRANSFORMANDO E GANHANDO ALGUMAS MODIFICAÇÕES, FAZENDO SURGIR UM NOVO ESTILO, CHAMADO DE BAILARINA.

As unhas amendoadas também foram tendência, e as unhas inspiradas nas bailarinas são uma união do modelo stiletto e do amendoado. São modernas e ao mesmo tempo delicadas, com um ar levemente clássico. 

Uma das maiores vantagens das unhas amendoadas é a durabilidade, já que as bordas mais sutis sofrem menos com o impacto e não tendem a enroscar com facilidade.

Se as suas costumam lascar com facilidade essa pode ser uma ótima opção! Esse formato de unha costuma unir um pouco dos dois extremos, o equilíbrio ideal entre delicadeza e sensualidade.

unha bailarina
Fonte: Unsplash

INSPIRAÇÕES PARA UNHA BAILARINA

JÁ AS UNHAS NAS SAPATILHAS DO BALÉ, aparecem com um afunilamento na ponta dos dedos e uma finalização mais reta. O formato funciona melhor para aquelas que têm as unhas mais longas e fortes, pois como os cantos precisam ficar mais rentes, facilitam a quebra.

Muitas mulheres que desejam seguir essa linha acabam, inclusive, optando por unhas artificiais como aquelas em gel, porcelana, vidro, entre outras.

Em função da proposta sutil e da delicadeza à qual normalmente se associa uma bailarina, os TONS MAIS BÁSICOS E CLARINHOS COMO O ROSA, BRANCO E NUDE são indicados.

Finalizações bem femininas com pedrinhas e glitter, por exemplo, são super bem-vindas também. Estampas também, que podem ser feitas com decalques adesivos para aquelas mulheres que querem praticidade.

Inverno: como usar as peças oversized e alongadas com estilo

Inverno: como usar as peças oversized e alongadas com estilo

Os casacos amplos e longos, peças oversized, estão em alta neste inverno, no entanto, apostar neles nem sempre é fácil e o uso vem acompanhado de diversas dúvidas. Para usar sem medo, te contamos como combinar a peça em seus looks para garantir uma silhueta livre de efeitos negativos e com muito mais estilo.

Tendências inverno:

OVERSIZED

peças oversized
Fonte: Unsplash

As peças oversized e alongadas dão uma sensação de conforto que é muito apreciada na estação, mas é preciso lançar mão de alguns truques para que o corpo não pareça  maior.

QUANDO FOR USAR UM CASACO É LEGAL MOSTRAR OS PUNHOS, PORQUE ELES SÃO A PARTE MAIS FININHA DO BRAÇO e dão equilíbrio.

Outra maneira é deixar colo e pescoço mais a mostra, ou usar uma calça com a barra dobrada para que o olho entenda que por baixo da roupa existe uma pessoa pequena.

Outra dica simples é harmonizar com uma parte de baixo que revele mais suas formas para não transformar a silhueta em um único bloco. Parte de cima larga com parte de baixo sequinha é muito funcional. Geralmente, AS SKINNY COM SALTO TE ALONGAM E EMAGRECEM BEM, ENTÃO APOSTE.

Também é válido fazer jogo de cor, usando a blusa oversized em uma cor escura e aberta, com uma blusa mais viva ou estampada na parte de baixo para chamar atenção para o centro, o que te faz parecer mais estreita.

Muitos dos casacos mais largos, peças oversized, podem trazer uma sensação de casualidade, portanto, no trabalho é preciso cuidado para garantir as combinações certas: Se você colocar uma calça social e uma blusa mais séria com ele por cima vai ficar adequada.

De repente é interessante apostar no tubinho e scarpin, ou peças bem clássicas, para quebrar um pouco dessa sensação. NOS TRICÔS, QUANTO MAIOR A LINHA E O PONTO, MAIS CASUALIDADE, então prefira os mais fechados.

ALONGADAS

peças oversized
Fonte: Unsplash

Maxicoletes e cardigãs, ou mesmo o clássico trench coat, são ótimos para deixar o look mais charmoso, mas fique atenta para que eles não roubem centímetros preciosos.

É um fato que eles, peças oversized, podem achatar, mas basta fazer alguns jogos para acabar com essa sensação, como USAR SAPATOS DA COR DA CALÇA E APOSTAR EM PARTES DE BAIXO MAIS SEQUINHAS E RETAS, que alongam muito as pernas.

A CINTURA BEM COLOCADA (mais alta ou no lugar) por baixo do casaco aberto também é ótima, e mostra que você é mais fininha.

Chamar atenção para o lugar certo te ajuda não só a não encurtar, como também cria o efeito de ser mais magra: Vestir essas peças abertas em cor mais escura que a de baixo ajuda a levar o olho para o centro, então você fica automaticamente mais longilínea.

DECOTE ‘V’ E COLARES IGUALMENTE LONGOS TAMBÉM CRIAM ESSA SENSAÇÃO E DEIXAM AS PROPORÇÕES MAIS HARMÔNICAS.

Para vestidos e saias, peças, oversized, faça com que a barra termine junto da do casaco, porque tem efeito alongador e fica visualmente mais agradável.Um ponto positivo para essas roupas é que elas deixam o visual mais completo, e são permitidas no ambiente corporativo sem ressalvas. Elas escondem um pouco o quadril, que não é sempre bem-vindo no trabalho, e ACRESCENTAM MAIS FORMALIDADE E ESTILO POR SEREM  TERCEIRA PEÇA, então vai funcionar muito bem mesmo nos ambientes formais.

Gostou? Então use e abuse dessas peças oversized, hit do inverno e não esqueça de olhar nossa coleção no Instagram.

Bracelete, o acessório indispensável

Bracelete, o acessório indispensável

Um acessório que está na moda há um bom tempo, o braceletes são uma aposta certa na hora de compor o a produção. Ao longo dos anos, eles foram mudando de tamanho, cor, material, estilo, enfim, foram adaptados para combinar com as tendências atuais e não caírem em desuso.

Uma peça simples e que pode fazer toda diferença, mesmo o bracelete mais básico chama a atenção e não passa despercebido no look.  De inverno a inverno, não tem estação certa para investir na peça, nem ocasião, ele pode fazer parte do seu dia a dia, das produção para o trabalho ou para ocasiões especiais.

 Equilíbrio

bracelete
Fonte: Unsplash

Por ser uma peça que vai chamar atenção, uma dica importante na hora de usar o bracelete é equilibrar ele e os outros acessórios. Cuidado com o excesso de anéis, nesse caso. Combinar ele com os brincos é uma ótima ideia!

Se você for usar o bracelete nos dois braços, procure os que tenham algum detalhe em comum, pode ser o material ou a cor, assim eles criam uma harmonia entre si.

Agora se a ideia é chamar a atenção mesmo, aposte em dois braceletes no mesmo braço, de formatos e materiais diferentes, ou combine um bracelete com outras pulseiras. Isso vai dar um UP total na produção e deixar ela super divertida.

Do básico ao chamativo

Se você prefere looks mais discretos,  combine um bracelete neutro com roupas coloridas ou vice e versa.  Se o seu visual e mais descontraído,  aposte no jogos de cores, como uma roupa estampada e um bracelete da mesma cor predominante na estampa.  Só cuidado para não exagerar.

Materiais

Quando o bracelete é de um material só, ele tende a ser uma peça mais básica e delicada. Já se ele for uma mistura de materiais, provavelmente é ideal para produções mais despojadas.

Sobreposição

bracelete
Fonte: Unsplash

Agora no inverno, com as roupas de maga longa, você vai pesar que deve ser difícil incorporar o bracelete ao look, certo? Errado. Você pode colocar ele sobre as mangas. Vai ficar ótimo!

Silhueta

Você sabia que o bracelete vai chamar a atenção para a sua cintura? Pois é, parece besteira, mas como ele fica no braço, na altura do quadril, podem alongar a silhueta.  Ou seja, se você quiser destacar essa área, use e abuse dos braceletes largos!

O lance na hora de usar o bracelete é apostar naquele que melhor combina com o seu estilo.

Se você é mais clássica, os de metais, dourados ou prateados, são ótimas opções para o look. Já se você é mais ousada, os braceletes coloridos, de materiais sintéticos, vão reforçar seu estilo.  

Ou seja, você tem todos os motivos para apostar nos braceletes!

Transparência: dicas para usar na medida certa

Transparência: dicas para usar na medida certa

Dando mais ousadia para a produção, os looks transparentes chegam para chamar a atenção, em um misto de sensualidade e elegância, quando usados da maneira correta. Essa tendência chega muito forte nas blusas e camisas, mas também pode ser encontrada em algumas saias e vestidos.

Na hora de apostar na transparência, vale a pena tomar alguns cuidados, pois ela pode deixar o visual arrasador ou simplesmente acabar com ele, por isso, separamos algumas dicas para facilitar na escolha da peça e não errar na produção.

Camisa transparente

transparência
Fonte: Unsplash

As camisas transparentes são fáceis de combinar, seja com uma calça ou saia, não tem muito erro. Com elas, é importante prestar atenção no tipo de transparência. Algumas têm estampa, o que possibilita que você use apenas ela com o sutiã. As de tons mais escuros, também.

Já as mais claras, vão pedir um cuidado a mais, talvez uma peça por baixo, como outra blusa ou um top, para não deixar o visual muito escandaloso.

Atenção para a lingerie

Esse é o maior cuidado que você tem que ter na hora de apostar em uma transparência. O sutiã por baixo da blusa vai definir se a produção ficou boa ou não.

Apostar em um sutiã cor da pele é seguro e vai deixar o visual mais discreto. Para montar um look mais ousado, você pode investir em uma cor que contraste com a camisa, um preto no branco, por exemplo.  Os sutiãs em tons flúor são a escolha certa se você quer um visual despojado.

Evite lingerie com detalhes, pode não dar muito certo. Os modelos básicos são a melhor escolha, no máximo com uma renda ou um modelo strappy bra para dar um toque diferente.

Ambientes

Para o visual noturno as transparências são uma ótima pegada. É um local onde você pode brincar com as cores e ser ousada. Já se a opção é para o dia a dia, uma coisa mais discreta pode ser melhor. E se for para o trabalho então, o cuidado é redobrado. Invista em peças que sejam clássicas e bem discretas. Nesse caso, usar a transparência com outra blusa por baixo, como uma segunda pele, pode te dar mais conforto.

Tamanho

transparência
Fonte: Unsplash

Normalmente as peças transparentes são mais largas e soltas, pois o próprio tecido já dá um toque sensual para a roupa, então ela não precisa estar muito justa ao corpo, assim, evite comprar camisas que sejam justas e transparentes, pode ficar chamativo demais e não ter um bom resultado.

Transparência em saias e vestidos

Além das camisas, saias e vestidos também podem ter toques de transparência. Na saia, normalmente, o forro da peça será mais curto, com o tecido transparente por cima, mais longo. Dependendo do modelo elas podem ser mais chamativas ou mais discretas.

Alguns vestidos vão apostar na transparências nas costas ou nos braços e na parte de cima do busto, dando a impressão de um “tomara que caia”. Na hora de usar, escolha um que te deixe confortável e que caia bem para a ocasião.

Equilíbrio

Com uma peça transparente, você pode apostar em contraposições discretas, isso vai criar um equilíbrio na produção e ela não deixará de ser ousada por isso.

Agora é só seguir as dicas e arrasar na transparência!

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas