Escolha uma Página
Já usou um patch hoje?

Já usou um patch hoje?

Mais uma vez uma tendência da década de 90 volta com tudo para diversificar os looks de hoje em dia. Dessa vez não é calça, nem saia, nem blusa, nem vestido, é acessório. É patch.

O patch nada mais é do que um “bottom” de tecido. Ele pode ter um símbolo, uma desenho, enfim, qualquer coisa e é usado preso ou costurado a outra roupa. Normalmente ele é bordado, o que dá um charme a mais para o acessório.

Como usar

patch
Fonte: Unsplash

Não tem regra para usar o patch, vale colocar em qualquer peça do look ou mesmo na bolsa. O que você tem que levar em consideração é se o seu visual combina com os patches que você escolheu.

Mesmo porque, eles vão, independente do desenho ou símbolo, dar um ar mais descontraído para o look.

Jaquetas

As jaquetas são as peças com patches mais comuns, principalmente as jeans ou as de tecido grosso. 

Elas ainda são bem fáceis de usar e se você quer apostar nessa tendência mas tem medo de errar, comece pelas jaquetas. Com uma roupa básica ou monocromática, a jaqueta vai bem sem erros e os patches vão junto para dar um up no visual.

Outras peças

Você pode usar o patch em qualquer peça de roupa e não tem segredo, basta achar um que combine com seu estilo e pronto. Se ainda sim, você não sabe bem onde colocar, os jeans são sempre uma aposta certeira. Patch e jeans é uma combinação perfeita.

Se você for usar na calça, opte por uma blusa mais básica, assim não pesa na produção, ou vice versa. A peça com o patch sempre vai chamar atenção, então vale cuidar desse equilíbrio no look.

Em vestidos e saias eles também ficam uma graça. Mas não esqueça que por ser um acessório mais descolado, nem sempre ele combina com uma saia muito social. Aposte nos modelos mais casuais.

Escolhendo os desenhos

patch
Fonte: Unsplash

Muita gente tem medo de usar patches e parecer infantil, mas dá para equilibrar sim. Roupas com muitos patches vão ficar mais divertidas, é claro, mas não necessariamente infantil.

Tudo vai depender dos desenhos e do restante do look. No mais, se você tem medo de abusar, opte por poucos e com desenhos menos coloridos, isso já ajuda no visual.

Agora, se você normalmente adota um look sério, realmente pode ser mais difícil incorporar o patch ao seu visual.

Nesse caso a dica é: experimente coisas novas. Isso mesmo, saia do tradicional e da sua zona de conforte e tente criar uma produção mais despojada. Que tal?

Agora, se ainda sim você não sabe como combinar ele com a roupa, comece colocando patches nas bolsas. Ai não tem como errar, certo? Aos poucos você vai gostando e vendo que ele é um acessório incrível para dar um toque a mais naquela roupa básica do dia a dia. Gostou?

Sapato tomboy: aprenda a usar

Sapato tomboy: aprenda a usar

Vamos falar sobre um modelo de sapato, o sapato tomboy. A transição de peças do armário masculino para o feminino é uma coisa extremamente comum e ao contrário do que alguns possam imaginar, não começou nos últimos anos. Uma das pioneiras nessas apropriações foi Gabrielle Coco Chanel, que nas primeiras décadas de século 20 ditou tendência para as mulheres a sua volta.

Mais de um século depois, os armários continuam se misturando e o que começou com Coco Chanel foi se intensificando com o passar dos anos.

Os sapatos tomboy são um exemplo perfeito dessas mudanças.

O que é

sapato tomboy
Fonte: Unsplash

Os sapatos tomboy são modelos masculinos de sapatos que foram “recriados” para o guarda roupa feminino.

Alguns ganharam versões mais delicadas, com estampas e detalhes, outros mantiveram o formato clássico com verniz e tons escuros, mas todos passaram a fazer parte dos looks das mulheres.

Como foi dito, o sapato tomboy não é um modelo específico e sim vários, como o oxford, loafer, mocassim, brogues etc.

Como usar

Ao contrário do que algumas pessoas podem imaginar, para usar um sapato tomboy você não precisa optar por outras peças masculinas para combinar o visual, porque eles ficam ótimos com roupas femininas e dão um toque a mais na produção. 

Por serem sapatos mais sociais, roupas delicadas casam bem, o que torna fácil combiná-los.

Um vestido, por exemplo, cria um look super moderno e ao mesmo tempo romântico. Pode ser um modelo mais rodado, um modelo mais justo, enfim, o sapato parece marcante mas é bem democrático na hora de combinar. O mesmo valor para saias e shorts. Tudo vai depender do equilíbrio que você dá para a produção.

Claro que se você gosta de um visual mais social e formal, fica ainda mais fácil criar um look com esses sapatos. Um terno ou peças de alfaiataria combinam perfeitamente com ele.

E vale lembrar que não tem lugar certo para usar o tomboy. Seja no dia a dia para passear, trabalhar ou sair, você pode optar por ele sem medo.

Saindo dos clássicos

sapato tomboy
Fonte: Unsplash

Assim como a moda mantêm detalhes clássicos desses sapatos, ela também trouxe opções completamente diferentes.

Um modelo que fez sucesso há algum tempo foram os Oxford floridos, que tomaram conta dos looks ladylike.

Depois dele, começaram a surgir os modelos com mais cores, que não se vê no calçado masculino. Uma ótima opção para quem gosta de deixar o sapato ser a peça chave do visual.

Hoje, um que está fazendo o maior sucesso e já rendeu até post aqui são os metalizados. Uma tendência que está em alta e promete nos próximos meses.

Isso mostra como as opções são diversificadas. Quer dizer, você com certeza pode optar por um sapato tomboy sem perder seu estilo e sem perder a feminilidade.

Não tenha medo de apostar em um calçado diferente. Nem só de salto vivem as mulheres, ou de rasteirinha, ou de sapatilha etc. É sempre bom ter opções diferentes e o melhor de tudo, confortáveis.

Camisa xadrez: dicas para abusar dessa tendência

Camisa xadrez: dicas para abusar dessa tendência

Um clássico para quem gosta de sobreposições, a camisa xadrez é o tipo de roupa que você consegue usar de muitas maneiras, o que a torna muito versátil e por isso, uma ótima opção para o guarda roupa.

Normalmente ela faz parte dos looks mais despojados e descontraídos, mas dentro dessa linha, você pode criar visuais para o dia a dia e para a noite.

Tamanhos

camisa xadrez
Fonte: Unsplash

A camisa xadrez oferece duas opções de uso: normal e larga.

As camisas normais são aquelas que são do seu tamanho certo, tanto na largura quanto no comprimento. Elas são peças para se usar sozinho ou no máximo, com abertas com uma blusinha justa por baixo.

As camisas largas, além de obviamente serem mais largas, são mais compridas e oferecem outras maneiras de montar o look. No entanto, é importante saber que isso não quer dizer que elas são muito maiores do que o seu tamanho, é o modelo da roupa que é diferente.  

Com elas você pode apostar só na camisa, na camisa com outra blusa por baixo, na camisa com um nó na ponta, na camisa como sobreposição de um vestido e por aí vai.

Looks

Quem tem o costume de usar camisa xadrez sabe que não tem muito segredo na hora de montar um look. Ela combina fácil com outras peças, ainda mais se você prefere uma pegada bem casual.

Por ser uma peça muito informal, a camisa não vai casar bem com roupas mais estruturadas, vale apostar em peças básicas para compor o look e não precisa ter medo de misturar cores com o xadrez. Para facilitar, opte por tons que estão na camisa, ou que sejam parecidos.

Outra pegada que garante um look incrível com a camisa são os visuais monocromáticos em tons escuros ou claros. Por exemplo, um look todo preto ou todo branco e a camisa por cima. Além de dar um contraste, vai ficar super moderno.

Vestidos e saias

camisa xadrez
Fonte: Unsplash

A combinação da camisa xadrez com vestidos e saias é uma ótima opção para um visual mais delicado e ao mesmo tempo, mais arrumadinho.  

Com as saias, vale sempre ter um cuidado para a camisa não esconder muito o corpo e por isso, esconder a silhueta.

Uma dica clássica na hora de combinar qualquer saia com qualquer blusa é: camisa por fora disfarça o quadril e camisa por dentro realça a cintura.

Um look que fica muito bom é a camisa xadrez com um vestido básico por baixo, principalmente se ele for um vestido maus justo, tipo um tubinho ou algum modelo parecido. A camisa quebra a sensualidade do vestido – que marca bem o corpo – e cria um visual bem moderno e ótimo para quem gosta de sobreposições. Um tênis no pé deixa o visual ainda mais despojado.

Independente de você ser uma fã dos looks mais casuais, uma camisa xadrez é sempre uma boa peça para se ter no guarda roupa e com o tempo você vai descobrindo cada dia mais formas de incorporá-la ao visual, um exemplo disso é que muita gente opta por usar ela amarrada na cintura, independente se pretende colocá-la alguma hora ou não. Como dá pra ver, a camisa xadrez é o que chamamos de peça coringa.

Sapato metalizado: já sabe como apostar nessa tendência?

Sapato metalizado: já sabe como apostar nessa tendência?

Uma nova tendência que está dando as caras é o sapato metalizado. É isso mesmo, sapatos metalizados. Aquele toque de prata ou dourado que antes você colocava no look através dos acessórios ou mesmo das roupas, agora pode vir com o sapato.

Sapatilhas, oxford, flatform, scarpin e por aí vai, os metalizados estão em todos os modelos, o que é ótimo, pois você tem muito mais chances de conseguir combinar ele com o seu estilo.

Combinar um sapato metalizado não é fácil. Ele não é tão versátil como uma sapatilha preta, mas ainda sim, não é um bicho de sete cabeças, basta ficar ciente de que o sapato vai ser a peça principal do look e colocar a criatividade em prática.

Ponto de atenção

sapato metalizado
Fonte: Unsplash

Agora que você sabe que o sapato é ponto de atenção do seu look, fica mais fácil pensar todo o resto.

Encare o sapato como um acessório e pense o resto da roupa seguindo essa lógica: que peças combinam com um acessório prata ou dourado? E claro, leve em consideração o modelo do sapato para criar uma unidade na produção.

Cores

Se você quer apostar em uma look seguro, opte pelos tons neutros. Além de destacar o sapato, não tem segredo na hora de combinar o visual todo.

Os tons escuros passam um ar mais sério, os tons mais claros dão uma amenizada no look e uma mistura dos dois é ideal se você quer alguma coisa bem discreta – na medida do possível, afinal, você está com um sapato metalizado.

Agora, se você gosta de cores fortes e não abre mão delas, opte por uma peça colorida, tipo uma calça jeans e uma blusa em algum tom mais quente. Com esse sapato realmente não dá para pesar nas cores. Vale lembrar ainda que os tons de prateado combinam melhor nesse caso.

Acessórios

Acessórios são sempre bem vindos. Não importa o look, não importa a cor e o estilo, sempre tem uma peça ou outra que combina. Nesse caso, vale optar por acessórios mais discretos, para dar um charme na roupa. Não precisa combinar o metalizado do sapato com a cor dos acessórios, mesmo porque isso pode pesar ainda mais o look.

Para qualquer ocasião

sapato metalizado
Fonte: Unsplash

Esses sapatos, apesar de chamativos, podem ser usados em qualquer ocasião.

Os modelos de sapatilhas e sandálias podem ser incorporados ao dia a dia com facilidade e com roupas bem casuais e confortáveis.

Já os modelos de salto, por exemplo, são perfeitos para um look de festa, afinal, eles vão dar um up a mais na produção toda.

Nem todo mundo gosta dos sapatos metalizados, mas o lance é pensar que é mais uma opção para o visual. Como você viu, é só levar algumas coisas em consideração para combinar ele com o resto da roupa e a última dica é sempre escolher peças com as quais você se sinta segura.

Daí não tem como errar mesmo. Os sapatos metalizados passam personalidade, basta você escolher qual modelo te representa melhor.

Mule: mais uma tendência que está de volta

Mule: mais uma tendência que está de volta

Mule é aquele sapato que tem a parte de trás aberta, deixando o calcanhar à mostra. Ele foi sucesso na década de 90 e agora, dizem por aí que ele voltou com tudo. Esse modelo não é do tipo que agrada dez em dez, mas a moda é assim, não é verdade?

Você pode encontrar ele com salto ou sem e com a frente aberta ou não e apesar da diversidade dos modelos, qualquer um tem uma pegada totalmente moderna e para apostar nessa tendência, ter estilo é requisito básico.

Os mules podem ser usados tanto em visuais casuais para o dia a dia ou para produções mais formais, vai muito do modelo do sapato e claro, do seu estilo.

mule
Fonte: Unsplash

Mules modernos

O forte dos mules na década de 90 eram os modelos com salto e bico fino. Eles eram clássicos e elegantes, usados principalmente para looks mais arrumados.

Hoje, sem perder a elegância mas tendendo para a modernidade, eles vêm em opções menos sociais, como saltos altos quadrados, sapatos de bico aberto com plataforma, designs mais despojados e coloridos e por aí vai.

Looks impecáveis

O mule combina com tudo. Desde a calça jeans até a alfaiataria, desde a saia de tecido até a saia lápis, enfim, ele é supre democrático e não tem erro na hora de montar o look.

Os modelos mais altos e de salto grosso trazem um visual mais “pesado”, então escolha roupas que casem com esse visual, peças delicadas demais podem não dar certo, ele é ideal para looks despojados.

Já os modelos de salto fino ou baixos tendem a compor melhor produções românticas e clássicas.

Ele provavelmente será uma das peças chamativas da produção, não é o tipo de sapato que passa despercebido, por isso é importante que você pense no visual levando em consideração esse detalhe e se quiser dar ainda mais espaço para ele, você pode apostar em roupas que afunilam ao longo do comprimento, como uma calça skinny ou uma saia lápis.

Shorts e saias curtas ou midi também funcionam para destacar o sapato.

mule
Fonte: Unsplash

Andar e elegância

Se você nunca usou um sapato mule, mas já andou de tamanco, você tem alguma ideia de como é preciso saber andar com esse tipo sapato. Sair por aí arrastando ele como chinelo não dá, primeiro porque ele não é chinelo e segundo que você não devia sair arrastando nem chinelo, né? 

Por isso, é importante escolher um modelo que te deixe confortável e com o qual você consiga andar bem. Os novos mules com a parte de cima mais grossa dão mais sustentação para o pé e são uma ótima escolha se você se sente insegura com esse modelo. 

Além disso, para quem está começando, os modelos de salto baixo são mais recomendados.

Os mules são sapatos que favorecem qualquer tipo de silhueta. Não importa se você é baixa ou alta, magra ou gorda, você pode usar e abusar dele. Vale ainda aquela velha e boa dica para quem quer alongar o tronco: sapatos nudes ou da mesma cor da calça.

A primavera chegou! Confira as tendências da estação.

A primavera chegou! Confira as tendências da estação.

Depois de um longo inverno de botas e casacos, chegou a primavera! É claro que você não vai abandonar o “look de frio” de um dia para o outro, né? Mesmo porque, as estações não estão tão definidas e aposto que você usou roupas de verão no inverno. Agora, nada como uma mudança de estação para falar sobre as novas tendências que vem por aí ou que continuam em alta.

Até dia 21 de dezembro, a primavera esbanja seu chame e abre oportunidade para looks de transição. É aquela estação do ano que liga os extremos do verão e inverno e possibilita ainda mais uma combinação de peças que são completamente “opostas”. É hora de brincar com o guarda roupa e com a criatividade.

Estilos em alta

primavera
Fonte: Unsplash

Um estilo que está em alta nessa primavera é o boho. Com uma pegada anos 70 e um pouco de modernidade, ele traz looks casuais e confortáveis, mas ao mesmo tempo, cheios de estilos.

Franjas, quimonos, couro, batas, cropped, renda e crochê são características das produções que seguem essa linha. Se você já se aventurava pelo estilo, continue. Se ainda não tentou, chegou a hora.

Cores da estação

Com a primavera, os tons mais claros chegam para tomar conta. Entre os mais esperados nas produções, os tons pasteis, cru, branco etc.

E para fazer um contraste que mostre toda beleza da estação das flores, as cores cítricas chegam acompanhadas de azuis, laranjas, rosas etc.

O mix de cores é sempre bem vindo e os looks passam a ter um ar mais divertido, principalmente com a entrada das estampas.

Tecidos

Chegou a vez dos tecidos finos e das rendas. A combinação chega para dar leveza, elegância e um toque de romantismo no visual. Roupas esvoaçantes, peças em renda, detalhes delicados são a carta da vez. É hora de despertar seu lado sensível.

Vestidos e laços

primavera
Fonte: Unsplash

Quem gosta do visual “menininha” vai se identificar com o que vem por aí. Junto com a pegada boho, chega também a influência dos anos 60 com os vestidos em A e com recortes simples e elegantes, que ganham vida com as cores e detalhes, inclusive com os laços, que devem chegar com tudo. 

Na mesma pegada, a saia midi continua em alta e reforça o romantismo da estação.

Ousadia

Como nem só de romantismo é feita a estação, a ousadia dos looks chega pelos recortes vazados, principalmente na cintura. Um toque a mais para quem gosta de um visual mais sedutor.

E não acaba por aí, dando um UP na produção e uma pegada bem moderna, as peças assimétricas prometem nessa estação. Se você gosta de se aventurar pela moda e mudar de visual, pode investir sem medo.

Como deu para ver, a primavera chega com um toque de alegria, mudando bastante os tons das roupas e dando mais espaço ainda para combinações despojadas e descontraídas. Tem espaço para quem gosta de um visual comportado e para quem quer ousar na produção. A primavera chegou de vez e vamos aproveitar cada tendência que ela trouxe junto!

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas