Escolha uma Página
Unhas quebradiças: Saiba como combatê-las

Unhas quebradiças: Saiba como combatê-las

UNHAS BONITAS, BEM-FEITAS e que durem a semana inteira: eis o desejo de muitas mulheres. Porém, diante do MÍNIMO DESCUIDO, elas se quebram sem motivo aparente e é preciso refazê-las. Ninguém merece, não é mesmo?

UNHAS QUEBRADIÇAS são um problema muito comum e os SINTOMAS MAIS HABITUAIS acontecem quando elas NÃO CRESCEM DEVIDAMENTE, se lascam com bastante facilidade ou se partem em camadas. Elas são conhecidas na dermatologia como síndrome das unhas frágeis, e as principais causas são a DESIDRATAÇÃO E O RESSECAMENTO delas por produtos de uso externo e tópico, como EXCESSO DE ESMALTE, USO DE ACETONA, produtos químicos.

Além disso, quando essa parte do corpo começa a ficar com a espessura muito fina ou com MANCHAS ESBRANQUIÇADAS, é sinal de que algo não anda bem na ABSORÇÃO DOS NUTRIENTES. Isso ocorre devido à deficiência de certas vitaminas e minerais em nosso organismo.

ANALISANDO A FUNDO

unhas
Fonte: Unsplash

O inconveniente com as unhas pode ser facilmente tratado. Contudo, é necessário ter certeza do que há por trás dele.

Dentre outras causas menos comuns, a gente pode incluir ANEMIAS E ALTERAÇÕES HORMONAIS. 

Alguma VARIAÇÃO DA TIREOIDE pode gerar uma unha mais debilitada ou amolecida. Inclusive, com relação à FALTA DE VITAMINAS mencionada anteriormente, as mais citadas, normalmente, são a B, B12, C, BIOTINA, ÁCIDO FÓLICO E FERRO.

Tanto crianças quanto adultos podem ser afetados por essa adversidade, por isso é sempre bom estar atento aos indícios que o corpo mostra.

CABELOS FORTES = UNHAS FORTES?

Muita gente acredita que há algum tipo de ligação entre um cabelo que não está saudável e uma unha que segue da mesma maneira. Sim, tal fato é verdade E isso pode AFETAR DIRETAMENTE O PSICOLÓGICO E A AUTOESTIMA, já que está muito vinculado à vaidade e à estética.

A beleza vem, principalmente, de dentro. Se a causa de ambos estiver associada a alguma CARÊNCIA ALIMENTAR, distúrbios de saúde e, até MÁ CIRCULAÇÃO, é aconselhável procurar um médico ou especialista que possa indicar o melhor tratamento.

O TOQUE DO TECLADO DE CADA DIA

Os fatores externos contribuem (e muito!) para o incômodo com as unhas. A questão do ‘DIGITAR’ VAI GERAR UM TRAUMA DE REPETIÇÃO, o que aumentará as chances de quebra. Até mesmo aqueles que USAM SMARTPHONES COM A PONTA DAS UNHAS e não com o toque dos dedos podem sofrer esse tipo de consequência.

Assim como as pessoas que lidam com produtos químicos mais corrosivos ou cáusticos, também estão mais propensas a terem uma desidratação das unhas e, consequentemente, o enfraquecimento delas. Deixá-las num tamanho que não chegue a encostar nas teclas, ou encontrar modo de executar a ação sem que exija muito delas em si, pode ser uma solução.

TIRAR OU NÃO TIRAR? EIS A QUESTÃO

unhas
Fonte: Unsplash

A RETIRADA DA CUTÍCULA tem dois problemas: em primeiro lugar pode ocasionar uma DISTROFIA – quando a unha fica com uma textura irregular; e, em segundo, o ato cria um espaço vazio entre ela e a pele, onde podem entrar bactérias e fungos, agentes de infecções no local, chamadas de paroníquia.

VEM FORÇA, VEM!

Para os dermatologistas, é recomendável deixar intervalos, por exemplo, de uma semana por mês, a fim de que não haja o contato constante com substâncias químicas; além disso, evitar acetona ou removedores que tenham tal item na sua composição.

As unhas, do mesmo jeito que a pele, também precisam de hidratação. Então, você pode utilizar desde cremes com esse propósito até ESMALTES FORTALECEDORES COM ELEMENTOS HIDRATANTES, pois estes retêm a água da unha.

Já no que diz respeito às BASES que cumprem essa mesma função, é recomendado observar a formulação: algumas delas podem conter formol ou formaldeído, responsáveis pelo endurecimento da unha – e isso é para aquele tipo que fica mole e se dobra com facilidade (não tanto para o enfraquecimento ou quebra).

Para esse tipo, elas podem ser usadas, mas respeitando um limite de até três meses de uso em média – senão você começa a acumular o formol para endurecer e a unha pode, contrariamente, ficar fraca por estar muito rígida. USO DE LUVAS DE BORRACHA nos momentos de limpeza com produtos alvejantes e mais tóxicos também é importante.

INGERINDO SAÚDE

Deve-se INCLUIR ALIMENTOS QUE IRÃO PROMOVER A SÍNTESE DE COLÁGENO, ajudando no fortalecimento das unhas. A vitamina C (encontrada em FRUTAS COMO LARANJA , ACEROLA, morangos, etc.) é muito importante como para produção dele, bem como o SILÍCIO – da aveia, planta cavalinha, salsinha, do pimentão verde e vermelho, e pepino – para manter sua estrutura. O mineral também proporciona a flexibilidade e elasticidade dos tecidos da unha, vale lembrar. Já o SELÊNIO, aquele das OLEAGINOSAS COMO CASTANHA DO PARÁ, macadâmia, nozes e amêndoas, contribui para a diminuição das manchas brancas nas unhas. O COBRE é outro que tem participação na síntese de colágeno e VEM PRINCIPALMENTE DAS SEMENTES.

As vitaminas do complexo B ajudam na FORMAÇÃO DA QUERATINA, outro componente essencial para se ter unhas bonitas: elas estão presentes nos grãos, cereais integrais e carnes de origem animal. A terapia (tratamento) é uma dieta rica nesses nutrientes. Mas, acima de tudo, é crucial descobrir qual a causa dessa deficiência, para isso procure um dermatologista.

Como usar saias jeans: looks para se inspirar!

Como usar saias jeans: looks para se inspirar!

As saias jeans vão e voltam. Elas apareceram longas nos anos 70, mais curtas nos anos 90 e retomam as ruas e passarelas apenas agora, dessa vez reformuladas, em vários comprimentos, formatos e estilos. Como elas são uma tendência que voltou recente, muitas garotas ainda têm receio em usá-las e sair por aí sem que parecem “antiquadas”, ou “ultrapassadas” na moda.

Se você é uma delas e, mesmo assim, gosta do visual e quer adotá-lo, a gente vai te ajudar mostrando como combinar as saias jeans com outras roupas e apresentando alguns looks que fazem sucesso nas ruas lá de fora para você copiar nas ruas aqui de dentro, do Brasil:

A mini saia

saias jeans
Fonte: Unsplash

As mini saias jeans são clássicas e podem ser facilmente combinadas com, praticamente, qualquer coisa. Desde tênis a sapatilhas e rasteirinhas; camisas mais sociais e camisetas.

A única dica é evitar os saltos e o decote quando for usar essa peça por causa do seu comprimento. Uma das regras básicas da moda é: se mostra perna de mais, mostre busto de menos, e vice-versa.

Mesmo com a sua versatilidade, por ter um visual mais descontraído, recomendamos que as mini saias jeans sejam combinadas com peças também mais descontraídas, como as camisetas e os tênis.

Saias jeans longas

Essas vieram diretamente da década de 1970, mas nem por isso precisam ser usadas de maneira ultrapassada nos dias de hoje. As saias jeans longas dão um visual hippie-chic e boho e podem ser combinadas com blusas, sapatos e acessórios mais sofisticados e com mais detalhes. Invista no brilho, no coro, nas texturas e nas cores para sair com muito estilo.

A saia jeans desfiada

O jeans e o desfiado sempre andam muito bem juntos, imprimindo muito estilo e uma boa rebeldia no look. Assim como as mini saias, esse estilo de saia jeans é mais descontraído e vai muito bem com camisetas, tênis e sapatos baixos como sapatilhas, rasteirinhas e sandálias. Use essas peças e invista nos acessórios para o visual ficar ainda mais descolado, com uma ponta de sofisticação.

Quanto ao comprimento, aqui é da sua escolha!

Saias jeans com botões até a barra

saias jeans
Fonte: Unsplash

Os botões que vão do cós até a barra das saias jeans servem como acessórios.

Eles podem ser combinados com outras peças como colares, anéis e pulseiras da mesma cor, por exemplo – se os botões forem prateados, prefira os acessórios dessa cor. Caso eles sejam dourados, aplique a dica para a cor diferente.

Dependendo do comprimento, as saias com botões podem ter um ar mais social do que as mini saias e as saias desfiadas, por exemplo.

Você pode combiná-la com camisas, blusas de tecidos mais finos e saltos altos; mas também pode investir em um look mais para o cotidiano, como tênis, rasteirinhas, sapatilhas e sandálias e camisetas.

Saia média

As saias médias, que ficam na altura dos joelhos, são umas das preferidas quando se fala de jeans.

Elas podem ser usadas tanto para sair à noite, passear à tarde, ou ir ao trabalho de manhã; além de serem muito versáteis quando se trata de peças para combinar. Camisetas, camisas, sapatos baixos e altos, casacos e quimonos longos, ou curtos… Todos combinam.

De qualquer modo, não importa o modelo e o estilo de saia jeans que você escolher, a gente garante que a tendência é forte e, assim como nas décadas de 70 e 90, ela não vai passar tão rápido assim. Se você se interessou, invista no look sem medo e encha o seu guarda-roupa com peças de saias jeans!

Unhas: Tendências para a próxima estação

Unhas: Tendências para a próxima estação

O inverno está próximo e com ele as ruas passam a ser invadidas por novas cores, formas e texturas que trazem mais sofisticação ao visual. E essa mudança não acontece apenas nas roupas e calçados: para quem gosta de andar de acordo com a moda – e não dispensa o uso do esmalte – as unhas também trazem novidades. Descubra o que estará em alta na próxima temporada, do clássico à nail art.

Tendências para as unhas

Fosco

unhas
Fonte: Unsplash

É comum encontrar opções que imitam tecidos típicos da estação, como o couro, veludo e até camurça, no entanto, esses efeitos já não são destaque e permanecem nas mãos de quem já era adepta.

O grande hit é o esmalte fosco que irá aparecer muito juntamente com uma versão brilhante. Esse ano temos uma grande inspiração nas pedrarias, então o contraste e até a aplicação de pedrinhas é super válida.

Os acabamentos metalizados também retornam, mas se antes o foco era o dourado, agora ele é todo do prata. O prateado vai realmente fazer sucesso, apareceu muito lá fora. Os outros até devem estar nas lojas, mas com menos destaque.

As cores

A paleta do inverno é sempre mais sóbria, com opções bem fechadas ou até mesmo mais neutras, o que se reflete na esmaltação: Teremos muito preto e os azuis bem escuros.

O marsala, que dominou no ano passado, e os tons de vinho em geral permanecem. Os nudes em suas mais variadas tonalidades também não caem da moda.

Apesar dessa propensão aos tons escuros, uma cor com ar mais primaveril surge para tirar um pouco da seriedade típica dos meses frios. O rosa quartz (que foi eleito cor do ano pela Pantone), bem clarinho e feminino, aparecerá nas perfumarias e é uma boa pedida para as moças mais discretas e que buscam delicadeza.

As nails arts

Além da combinação de fosco com brilhante, que pode ser utilizada na francesinha, meia lua ou mesmo intercalando dedos, as nail arts mais minimalistas – que já vem das últimas duas temporadas – continuam com força total e são aposta certeira para quem gosta de renovar o estilo.

Teremos a unha com espaço negativo, que chegou para ficar, especialmente em formas bem geométricas como triângulos, quadrados, e o efeito espelhando de vidro, feito com papel celofane. Ele vai pintar bastante e é bem fácil fazer: é só cortar, aplicar por cima da cor que deseja e cobrir com extra brilho, muito moderno e que cai bem para sair à noite.

Os formatos

unhas
Fonte: Unsplash

Depois das unhas Stiletto e da supremacia das unhas no formato quadradinho, é a vez de outro tipo de unha se firmar como tendência entre as famosas de todo o mundo: as longas e arredondadas (ou amendoadas).

Sofisticadas, elas já são um verdadeiro sucesso no Instagram e, sem dúvida, são a aposta certeira para a próxima estação.

Uma das maiores vantagens das unhas amendoadas é a durabilidade, já que as bordas mais sutis sofrem menos com o impacto e não tendem a enroscar com facilidade.

Se as suas costumam lascar com facilidade essa pode ser uma ótima opção! Esse formato de unha costuma unir um pouco dos dois extremos, o equilíbrio ideal entre delicadeza e sensualidade.

Ela traz o ousado da Stiletto, mas misturado ao romantismo da redonda, passa sofisticação e é para aquelas que gostam de parecer elegantes.

O ponto mais interessante é essa mistura do toque clássico das redondas e curtinhas com a ousadia e sensualidade das Stiletto, fazendo um equilíbrio entre o sexy e o delicado.

Já se o seu estilo é bem feminino as unhas com pontas arredondadas são opções certeiras, e ainda trazem a vantagem do ponto de vista da durabilidade. Elas são mais delicadas e combinam bem com mulheres românticas. Além de estarem em alta juntamente com as amendoadas, por não terem cantos elas quebram com menor facilidade e também podem ser usadas mesmo em unhas curtinhas, se ajustando melhor ao dedo.

Outra variação das unhas quadradas, as unhas com pontas levemente arredondadas permitem um ajuste maior aos dedos quando elas estão curtinhas. É um quadrado mais sutil, leve e sem tanto destaque. É uma unha para mulheres clássicas, que tem personalidade marcante, mas que também procura suavidade. 🙂

Calça Legging: Como usar a peça fora da academia

Calça Legging: Como usar a peça fora da academia

A calça legging é uma peça prática e confortável, porém é polêmica! Muitas mulheres têm duvidas na hora de usar legging fora da academia e acabam pecando nas combinações.

Por isso, reunimos algumas dicas para você não errar no uso da legging!

Cuidado com a transparência

calça legging

Um dos maiores pecados ao usar calça legging é não atentar-se à transparência. Fora do corpo o tecido pode parecer grosso e ao vestir (e esticar) ficar transparente. A dica é nunca comprar sem provar! Na dúvida, sempre é melhor comprar a numeração maior, pois diminui o risco do tecido ficar esticado.

Atenção ao comprimento da blusa

Para a maioria das pessoas ligadas à moda, o pior erro possível ao usar uma legging é combiná-la com uma blusa curta, como se fosse uma calça jeans ou de sarja. A não ser que você esteja na academia, não cometa esse pecado fashion!

A calça legging costuma marcar (tanto a parte da frente do corpo como a parte de atrás), por isso blusas mais compridas, como Maxi T-Shirts, são mais recomendadas.

Como toda regra tem a sua exceção, você pode usar cropped com calça legging, mas amarrando uma blusa na cintura para equilibrar. Camisas com estampa xadrez costumam ficar ótimas quando a legging é lisa. Aposte em tecidos diferentes como couro (que costuma ser um pouco mais grosso que outros tecidos).

Os detalhes fazem toda a diferença

É preciso ter cuidado na hora de escolher uma roupa íntima que não fique marcada debaixo da calça legging. Apesar de elástica, a calça legging precisa ter o tamanho adequado para seu corpo. Apertada demais, pode acabar com sua silhueta, pois marcará seus pontos fracos e não valorizará os fortes.

Para sair à noite

Sim, é possível usar calça legging para sair à noite! Ao montar seu look, invista em tecidos mais densos e, preferencialmente, de tonalidades escuras, para não sofrer com transparência inadequada. Mini vestidos, blazer e jaqueta de couro são boas opção para fazer combinações! Essas peças deixam o look mais “arrumado”, ou seja, mais adequado para uma ocasião noturna. Aposte nos acessórios, se quiser montar um look mais glam, eles fazem toda a diferença.

Sapatos baixos, sapatilhas e botas são os calçados ideais para um look noturno de balada, pois você pode aproveitar a pista sem fica com a dor nos pés causada pelo salto alto. Outra dica, é apostar em sobreposições e camadas, elas ajudam a levantar o visual e dão um toque moderno.

calça legging

Para o dia a dia

Por ser uma peça prática, a calça legging é ideal para ser usada no dia a dia: Você pode ir à faculdade, dar um passeio e (caso você trabalhe em um ambiente não tão formal) até trabalhar vestindo a calça. Para o ambiente de trabalho, combine a peça com camisas compridas, confeccionadas com tecidos leves. Já para ocasiões informais, uma das melhores combinações é usá-la com T-Shirt e um tênis de cano alto. No frio, você pode usar a peça com um tricô ou moletom compridinho e calçar botas: É uma combinação sem erro!

Estampas

As leggings estampadas são divertidas e dão um ar descontraído ao look! Para as despojadas é a peça certa! Combine-as com T-Shirts e calçados mais básicos e neutros, para não errar. Se estiver frio, a dica é usar por cima um cardigã, jaqueta ou blazer. Caso queira sair à noite,  basta acrescentar um salto e alguns acessórios para complementar o look. As estampas étnicas e florais estão super em alta, aposte!

Tecidos

Aposte em tecidos de qualidade, os melhores tecidos são o algodão e a microfibra. Tem que ser de boa qualidade mesmo, porque se for muito fino pode marcar aquela celulite indesejada. E não se esqueça de comprar o tamanho certo!

Para as mulheres plus size

A legging pode ser usada por mulheres plus size, basta seguir algumas dicas! Sempre use-as com blusas mais larguinhas que cubram o quadril. Evite estampas horizontais e nunca escolha uma calça menor que o seu número, como já foi dito. Marcar a cintura, com um cinto (por exemplo), ajuda a definir a silhueta. Sapatos de salto e sem amarrações no calcanhar também alongam a silhueta, dando a impressão de estar mais magra. Aposte em saltos da mesma cor da calça ou nudez, pois “emagrecem” visualmente. 🙂

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas