Escolha uma Página
Sobrancelha: dicas para acertar no desenho

Sobrancelha: dicas para acertar no desenho

Seguir tendências e modismos é uma coisa legal para mudar o visual, criar produções diferentes e usar a criatividade, mas em algumas situações é melhor investir no certo do que se aventurar pelo duvidoso e moldar a sobrancelha é uma delas.

O formato da sua sobrancelha tem que estar diretamente ligado ao formato do seu rosto. Sair por aí mudando de formato cada vez que vê uma coisa diferente não é uma boa ideia, então se você é adepta de tirar a sobrancelha, tente deixar ela o mais natural possível!

Pequenos detalhes no desenho vão fazer muito diferença no rosto. Por exemplo, você sabia que depilar muito a parte próximo ao canto dos olhos deixa o nariz com aparência mais larga e cumprida? Sabia que deixar o formato muito fino e estreito aumenta e alarga a testa, o que pode te deixar bem mais velha? São várias coisinhas que fazem muita diferença.

Formatos de rosto

sobrancelha
Fonte: Unsplash

Rosto quadrado – deixa a sobrancelha mais reta, mas com uma curva acentuada na ponta externa, isso vai alongar sua face.

Rosto oval – esse tipo de rosto é o mais fácil de harmonizar com tipos de sobrancelha, mas aposte em um desenho arqueado, vai cair muito bem.
Rosto redondo –  fuja da modelagem mais fina, ela vai realçar o formato do rosto.

Tente um desenho anguloso, com ponta curvada, vai equilibrar bem.

Outras características do rosto podem te ajudar a definir o desenho ideal de sobrancelha.

Se o seu queixo é afinado, sobrancelhas angulosas ou arredondadas são a melhor opção, já se a parte de cima do seu rosto é mais larga, faça um desenho arredondado e arqueado para criar linhas verticais.

Uma dica especial para quem tem olhos pequenos, deixar a parte de baixo da sobrancelha sempre limpa vai levantar o seu olhar.

Realçe o olhar

Além de escolher o formato certo, alguns truques podem te ajudar dar um UP na aparência valorizando essa região. Destacar a sobrancelha com lápis de olho ou um específico para isso (o que é mais recomendado), ajuda a disfarçar aqueles pelos que estão começando a nascer. Mas fique de olho na tonalidade do lápis, não dá para errar na cor, né?

Se você tem alguma falha na sobrancelha, não precisa desesperar, tem jeito de disfarçar, também. Pegue um pincel fino e com ele umedecido aplique sombra marrom, principalmente nas áreas com menos pelos e depois penteie para cima com a escovinha do rímel. Mais uma vez, cuidado com as tonalidade.

Se a vontade é de destacar o olhar e realçar sua expressão, aposte em uma sombra iluminadora clara no canto externo do olho e depois que a maquiagem estiver pronta, aplique rímel transparente e use uma escovinha para pentear a sobrancelha para cima.

sobrancelha
Fonte: Unsplash

Mais alguns cuidados

Se é a primeira vez que você vai moldar a sobrancelha, a melhor dica é procurar uma profissional. Ela vai saber analisar o seu rosto e ver qual desenho fica mais bonito.

Talvez você também tenha dificuldade de fazer a manutenção em casa nas primeiras vezes, mas com o tempo fica mais fácil.

E cuidado na hora de aplicar produtos de depilação, como esses cremes que ajudam a retirar os pelos e etc, pois eles podem ter um resultado ruim. A boa e velha pinça é sempre uma boa pedida!

Como montar um look arrasador com roupas metalizadas

Como montar um look arrasador com roupas metalizadas

As roupas metalizadas, os dourados e prateados saíram dos acessórios e foram para as roupas. Calças, blusas, jaquetas, tudo que você quiser tem uma versão metalizada. São peças chamativas e que tem tudo para dar muito certo ou muito errado na produção, por isso é bom ficar atenta.

Cores

roupas metalizadas
Fonte: Unsplash

Na hora de montar o look, como as roupas metalizadas vão ser as peças chave da produção, invista em cores básicas para contrapor, como preto, branco, nude. Evite as tonalidades quentes, elas vão criar um visual muito pesado.

Uma produção que fica super legal e é fácil de montar é apostar em uma peça metalizada em um look todo monocromático. Que tal?

Ambiente

Não precisa nem falar que não é em qualquer lugar que o metalizado vai bem, né? Em ambientes de trabalho que pedem uma veste mais formal, pode não ser uma boa opção. Também não precisa deixar ele restrito para os looks da noite, durante o dia você consegue investir na tendência, basta apostar no básico.

Dica especial: nem sempre dá para colocar uma calça ou blusa metalizada para trabalhar, mas um sapato pode cair muito bem e dar um toque a mais no visual.

Sapatos

Na hora de escolher o sapato para a produção, opte por uma cor que já esteja no look, assim ele entra em harmonia com o resto da roupa. Nada muito chamativo nos pés, pode até ter uma estampa ou um brilho, mas de maneira mais discreta.

Dourado x prateado

O ideal é apostar em um ou em outro. Colocar duas peças de roupas metalizadas, uma de cada tom, não vai cair bem.

Uma dica que vale tanto para o dourado quanto para o metalizado é usar a peça em uma parte do seu corpo que você goste, porque ela será destacada pela roupa.

Metalizado colorido

roupas metalizadas
Fonte: Unsplash

Apesar do dourado e do prateado serem os clássicos, as roupas metalizadas também chegaram em outros tons. Vermelho, rosa, azul, etc. Se você vai apostar em alguma delas, as dicas acima continuam valendo.

Uma produção que pode dar super certo é combinar essas peças metalizadas coloridas com roupas da mesma cor opaca, criando um look monocromático mas ao mesmo tempo, diferente.

Acessórios

Equilíbrio é a palavra chave. Com uma peça metalizada, você vai precisar de poucos acessórios para completar a produção. E ainda, de acessórios mais discretos. Nada muito brilhante, aposte nos opacos. Usar acessórios da mesma cor que a roupa pode não ser uma boa ideia.

Dicas para escolher o macacão perfeito

Dicas para escolher o macacão perfeito

Tem coisa mais prática do que colocar uma peça de roupa e estar pronta? Aliás, pronta e bem vestida. Essa é a pegada do macacão, peça prática que não sai da moda e vale a pena ter no guarda roupa. Por isso separamos dicas para você escolher o macacão perfeito!

Por ser uma peça só, é necessário um cuidado a mais na hora de escolher o modelo, para não desvalorizar a sua silhueta. Mas opções não faltam e eles podem ir bem em qualquer tipo de corpo.

Vale lembrar que estamos falando do macacão que é peça única e cobre a parte de cima, não do macacão tipo jardineira, aquele que você usa com uma blusinha por baixo, o que fica um arraso, também.

Tecidos

macacão
Fonte: Unsplash

Normalmente o macacão é feito de tecidos leves, para dar um caimento melhor no corpo. Os que são de malha tendem a marcar um pouco mais, mas são mais versáteis.

Já os que são em tecidos que não sedem, precisam de um caimento perfeito, para não deformar ou ficar desconfortáveis.

Macacão x macaquinho

Macacão ou macaquinho, qual você prefere? Ambos são ótimas opções para montar a produção, vai depender do que você precisa. O macaquinho é uma peça mais informal, ideal para passear, ir para a balada até. Já o macacão, dependo do modelo, traz elegância suficiente para o ambiente de trabalho e eventos sociais.

Modelos

Desde “tomara que caia” até os totalmente fechados, modelos não faltam aqui. Opte pelos mais discretos para ambientes sérios e abuse dos abertos e divertidos na produção casual. Os mais justos ao corpo vão chamar a atenção, então cuidado na hora de usar esse modelo, dependendo da ocasião, você pode ficar desconfortável. Já os mais largos vão bem para qualquer coisa.

Sobreposição

Não tem erro na hora de pensar em uma sobreposição para o macacão. Como é uma peça única, você pode escolher basicamente qualquer tipo de casaco ou jaqueta, só combine a cor e o estilo. Por exemplo, um macacão mais discreto e elegante pode não ficar muito bom com uma jaqueta esportiva.

Tamanho certo

O tamanho do macacão é muito importante. Não compre nem um número menor, nem um número maior, isso vai desvalorizar o modelo e seu corpo. Aposte em um que fique certo em você, incluindo na altura, pois macacão curto só rola se for o modelo dele, caso contrário, ele tem que ter a barra na altura certa.

Acessórios

macacão
Fonte; Unsplash

Por ser peça única, os acessórios são muito importantes na hora de compor a produção. Se você gosta de cintos e não quer destacar a cintura, aposte em um que seja da mesma cor do macacão.

Os colares são super bem vindos, eles vão criar um ponto de atenção e valorizar a peça, principalmente se ela for cor única. Se ela for estampada você pode apostar nos brincos, pulseiras e anéis.

E claro, uma bolsa, que sempre é indispensável.

Uma dica especial para quem quer alongar a silhueta: na hora de escolher o sapato, aposte na mesma cor do macacão, você vai ver como faz diferença.

E o mais importante na hora de usar o macacão, esteja de bem com seu look. Independente do modelo, é bom que você se sinta confortável e linda com ele. Seja criativa, saia do comum e arrase!

Óculos de sol: dicas para apostar no modelo certo

Óculos de sol: dicas para apostar no modelo certo

Parece meio estranho falar em óculos de sol no inverno, mas a gente sabe que mais do que proteção para os olhos, eles se tornaram um acessório e algumas vezes são usados só para dar um toque a mais na produção.

É claro que ninguém vai sair de óculos escuros de noite ou ficar com ele em ambientes fechados, mas usá-los em dias sem muito sol não é nada fora do comum.

Mas como escolher a melhor opção? O formato do seu rosto pode te ajudar no modelo e no tamanho. Já a cor fica à critério de cada um. Você gosta de um modelo mais básico ou mais chamativo? É opção que não acaba mais.

Rosto arredondado

óculos de sol
Fonte: Unsplash

Se o seu rosto é arredondado, você pode apostar em armações mais quadradas ou angulares, pois as redondas e grandes tendem a realçar o formato do rosto. Um modelo que vai cair bem é o aviador, um clássico que nunca sai de moda.

Rosto quadrado

Para harmonizar com o formato do rosto, procure óculos redondos ou retangulares. Evite os formatos quadrados. Na hora de escolher o tamanho, aposte em um que fica bem ajustado ao rosto, nem muito pequeno, nem grande demais.

Uma opção é o modelo “gatinho”, ele tem um toque diferente e é perfeito para looks mais despojados.

Rosto Triangular

Nos rostos retangulares, a melhor escolha são os modelos redondos e ovais. Evite os modelos quadrados ou retangulares, eles não vão valorizar o formato do rosto. O modelo aviador, mais uma vez, é uma ótima opção. Quando for escolher o tamanho, aposte nos medianos, nada muito exagerado, nem muito pequeno.

Rosto oval

Digamos que esse seja o melhor formato de rosto na hora de escolher um óculos. Ele vai bem com praticamente todos os modelos, mas é bom ter um cuidado a mais com as armações redondas, elas podem te desvalorizar.

Independente do formato do rosto, uma dica importante na hora de escolher a armação é a harmonia entre ela e a sobrancelha. Não significa que ela não pode ficar escondida atrás do óculos, só que elas tem que “combinar”. Na hora de escolher o modelo, você vai perceber isso.

Lentes

óculos de sol
Fonte: Unsplash

Como falamos no começo, o óculos de sol pode ser usado como acessório apenas, mas isso não quer dizer que você não deve ter cuidado na hora de escolher a lente, pois um óculos de péssima qualidade pode prejudicar sua visão.

As lentes oferecem proteção contra as radiações ultravioletas do sol e uma coisa curiosa é que cada cor proporciona uma proteção diferente, sabia?

As marrons protegem melhor contra a luz azul do sol e são indicadas para pessoas com miopia e hipermetropia. As azuis oferecem maior conforto para os olhos em atividades como o uso do computador, por exemplo, pois eliminam tons vermelhos e amarelos.

Já as castanhas, cinzas ou verdes são as melhores opções para pessoas acima de 60 anos, pois ajudam no contraste da visão, que com a idade acaba sendo prejudicada.  

As cinzas também são uma ótima escolha para quem tem astigmatismo e hipermetropia, pois reduzem bastante o brilho e não alteram as cores naturais.

Agora que você já sabe que modelo combina com você e pode até escolher a cor da lente de acordo com as suas necessidades, aposte nos óculos, seja para se proteger do sol ou para deixar a produção ainda mais arrasadora!

Unhas saudáveis: dicas e cuidados

Unhas saudáveis: dicas e cuidados

Quando você pensa em cuidar da saúde, você lembra dos cuidados com as unhas para transformá-las em unhas saudáveis? Pois é, além de se preocupar com a cor do esmalte ou com as cutículas, algumas ações ajudam a manter a unha saudável e são bem simples de seguir.

Hidratação

unhas saudávveis
Fonte: Unsplash

Parece meio clichê falar sobre a importância de beber bastante água, mas é a mais pura verdade. Um corpo bem hidratado influência na saúde das unhas, sabia? Além de deixá-las fortalecidas, as cutículas ficam menos ressecadas.

Além da hidratação pela água, você pode apostar nos hidratantes de mão. No dia a dia, toda água que está nas camadas da pele e da unha vai evaporando, o que causa ressecamento.

Isso acontece com menos intensidade se você passar hidratante regularmente.

Uma esfoliação a cada duas semanas também vai ajudar bastante e nesse caso, faça com a unha sem esmalte.

Cera nutritiva

Você já ouviu falar das ceras nutritivas? Elas podem ser usadas por cima do esmalte, são feitas à base de óleo e ajudam na hidratação da cutícula.

Óleo fortalecedor

Um produto fácil de achar e que pode fazer toda diferença é o óleo fortalecedor. Ele vai estimular a criação de queratina, o que vai deixar as unhas saudáveis menos quebradiças e fracas. Na hora de usar, aplique por baixo do esmalte.

Unhas amarelas

Você já teve a impressão que a unha está ficando amarela? É comum dizerem que é por conta do uso contínuo de esmalte. Bom, não é uma completa mentira.

É sempre bom intercalar as cores do esmalte, pois as mais escuras colaboram com essa alteração da cor natural da unha, mas coisas como exposição solar e resíduos de óleos e cremes corporais, também amarelam as unhas.

Para evitar, além de intercalar as cores e, de vez em quando, dar uma pausa entre um esmalte e outro, você pode apostar nas bases impermeabilizantes. Assim, deixando suas unhas saudáveis.

Faça as unhas regularmente

Assim como o cabelo se fortalece toda vez que é cortado, as unhas também. O indicado é fazer uma vez por semana. Além disso, pelo menos uma semana no mês deixe elas sem esmalte, isso vai ajudar a restaurar a unha.

Coma gelatina

Parece uma dica estranha, mas comer gelatina vai ajudar a manter as unhas saudáveis. Elas ajudam na formação de colágeno, que está presente na unha.

Viu, cuidados também podem ser uma delícia.

Cutículas

Retirar a cutícula é bem comum, ainda mais para quem tem o costume de fazer a unha no dia a dia. No entanto, não é o recomendado pelos dermatologistas. O ideal seria empurrar a cutícula, mas deixá-las lá, pois elas protegem a unha de fungos e bactérias.

Escolha de cosméticos

unhas saudávveis
Fonte: Unsplash

Existem muitas opções de cosméticos para a unha, como saber qual é mais seguro? Você pode verificar o registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), isso dá uma garantia maior do controle de qualidade.

Além disso, uma dica importante sobre produtos usados na unha é trocar a acetona pelo removedor de esmalte, pois a primeira retira as camadas de queratina da unha e deixa ela mais fraca e quebradiça.

Evite roer as unhas

Parece óbvio, mas roer as unhas não é uma boa ideia. Além de prejudicá-las, causando bactérias e deformidades, pode causar lesões na boca, dedos e até mesmo no aparelho digestivo.

Para quem tem o costume, pode ser difícil parar, mas é um esforço que vale a pena.

Kit manicure

Quando for à manicure, leve seus próprios materiais, como alicate, cortador de unha, etc. O contato com sangue enquanto a unha está sendo feita é comum e se o material estiver infectado, pode ocorrer a contaminação por hepatite C, então, aposte no kit pessoal.

Algumas coisas citadas podem parecer besteira, mas não são. A unha é parte do nosso corpo e merece ser cuidada assim como todo o resto.

Se isso vai exigir uma semana sem esmalte, tudo bem, nesses dias aposte ainda mais nos anéis e você vai continuar arrasando!

Cintos: dicas para fazer a escolha certa

Cintos: dicas para fazer a escolha certa

A gente sabe bem como alguns acessórios, e nesse caso os cintos, fazem toda diferença na produção e podem deixar ela sensacional ou acabar com tudo. O cinto é, sem dúvidas, uma dessas coisas.

Diria ainda que atualmente, a função do cinto para as mulheres é primeiro compor o visual e segundo segurar a calça, shots etc. São vários tamanhos, detalhes e cores, não tem como não achar algum que agrade.

Um cinto no lugar errado, com a roupa errada ou da maneira errada pode tombar todo o look e ainda deformar o seu corpo. Mas um cinto no lugar certo e com a roupa certa, vai valorizar ainda mais a sua silhueta.

Cinto fino

cintos
Fonte: Unsplash

O cinto fino traz um toque romântico para a roupa, bem discreto e clássico.

Se você tem o corpo em formato de ampulheta ou triângulo, essa é uma ótima opção, ele vai marcar a cintura sem criar volume extra. E se sua cintura não é bem definida, aposte no cinto fico com uma roupa mais larga, ele vai valorizar o corpo.

Cinto largo

Esse tipo de cinto marca bastante, então a dica é tomar cuidado se você não quer volume excessivo. Usá-lo na cintura vai destacar o busto e usá-lo no quadril vai chamar a atenção para essa parte do corpo.

Detalhes e estampas

Além da largura, você ainda pode escolher se quer um cinto básico ou todo detalhado. Se você quer deixar o look mais elegante, uma ótima opção é o cinto dourado de metal. Ele vai com praticamente tudo, só cuidado para não usar muitos outros acessórios pesados no mesmo look.

As estampas animais também são tendências nos cintos e as oncinhas estão aí para provar. Divertido e ousado é uma opção para transformar um visual básico.

Clássico e uma ótima escolha para o dia a dia, o cinto liso com fivela dá um toque a mais na roupa. Ele não é fino, nem grosso e é o tipo de cinto para usar no quadril e não marcando a cintura.

Combinações

Cinto com vestido

Quando a opção é um vestido, o cinto traz um ar todo romântico e pode ser usado na cintura. Os finos são os mais recomendados e em um vestido liso, por exemplo, fazem toda diferença.

Cinto com calça jeans ou shorts

Se a opção for uma calça, não tem erro se ela for jeans, mas se for estampada, vale aposta em um cinto mais discreto. Já se o cinto for chamativo, aposte em uma combinação calça e blusa neutras.

No caso do shorts, aposte em um cinto discreto, de preferência médio e cuidado com as estampas na roupa.

Cinto com cardigã

cintos
Fonte: Unsplash

Mais um look super romântico do cinco é o cardigã. Nesse caso, mais uma vez a opção são os finos, para valorizar a cintura.

Cinto com saia

Quando o look for uma saia e você quiser escolher um cinto, aposte nos finos, cintos largos nas saias podem desvalorizar sua silhueta.

Roupas de festa

Quando a combinação for com um vestido ou roupa mais social, evite os cintos de couro e aposte nos metalizados. Como esse tipo de roupa já tem muito detalhe, o cinto deve ser discreto e sem fivelas.

Look gestante

Uma dica super especial para futuras mamães, os cintos são uma ótima escolha para dar aquele destaque para a barriguinha.

Como as roupas de gestante normalmente são largas, coloque um cinto fino um pouco acima da cintura que ele vai moldar a roupa no corpo e alongar a silhueta.

Depois de tanta dica, você não vai usar o cinto só para ajustar a calça, né?

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas