Escolha uma Página
Blazer: descubra qual é o modelo ideal para você

Blazer: descubra qual é o modelo ideal para você

O blazer é uma peça chave do guarda roupa feminino! Toda mulher deveria ter um, pois pode ser usado tanto em produções formais como nas casuais. Além disso, ajuda a dar um ar de elegância nas roupas despojadas. Para quem possui um estilo mais formal, ou trabalha em uma ambiente que exige isso, o ideal é apostar em modelos lisos e de cores mais sóbrias.

A peça que foi emprestada do guarda-roupa masculino pode ser usada por mulheres de qualquer idade e estilo – os blazers podem te deixar mais elegante quando combinados com uma calça flare ou saia lápis, por exemplo, ou ainda transformar seu look num visual mais descolado e despojado se usado com um vestido curto ou shorts jeans.

O blazer feminino é versátil e não tem restrições de uso. Apesar de ter vindo do universo masculino, os blazers hoje disponíveis no mercado podem ser super femininos e abrem um leque de possibilidades de materiais, tecidos e modelagens.

De acordo com a modelagem, é possível conseguir diferentes efeitos visuais. Abaixo, listamos alguns modelos com dicas para encontrar o melhor modelo de acordo com o seu biotipo e estilo.

Blazer Boyfriend

Para disfarçar os quadris largos, opte pelo boyfriend. Ele é inspirado no guarda roupa masculino e tem os ombros mais largos e caimento reto, quase um corte quadrado. Use-o com acessórios grandes como máxi colares e maxi brincos, para chamar atenção para a parte de cima. Fazendo isso, você consegue um efeito de “afinar” o corpo.

Blazer acinturado

O blazer acinturado define as curvas da mulher e é ideal para quem possui quadril estreito. O modelo dá a impressão de volume na região, principalmente quando é colorido ou estampado. Caso queira uma peça colorida, aposte nos tons pastéis que estão super em alta!

Blazer curto

Se a ideia for alongar visualmente a silhueta, a dica é investir em uma modelagem mais curta do que o convencional, ou seja, que terminem pouco antes da altura do quadril. Os longos podem dividir o corpo ao meio, dando um efeito visual de achatamento. O segredo para alongar é usar o blazer na mesma altura da blusa que está por baixo e de preferência na mesma cor.

Blazer destruturado

O blazer desestruturado (que possui a modelagem assimétrica) é ideal para as mulheres que possuem ombros largos (formato de triângulo invertido), pois equilibra as proporções e tira a atenção dos ombros.

Blazer com corte reto (ou em formato de A)

O modelo que possui um corte reto, em formato de A, é ideal para aquelas mulheres que querem esconder aquelas famosas gordurinhas indesejadas. A dica é apostar nos modelos sem nenhum ou com poucos botões (dois ou três no máximo).

blazer

Conjunto: Blazer + Calça

A moda dos conjuntinhos está em alta, para as mais ousadas está liberado investir em modelos com cores vívidas e estampas! As mais discretas também podem apostar nas estampas, na parte de cima ou na parte de baixo, variando com outra peça que tenha a cor de fundo da estampa. Já em relação as peças lisas não tem erro! Para quem trabalha em ambientes formais vale a pena apostar em cores mais discretas.

Blazer com o forro estampado

Uma dica para as mulheres discretas, que querem sair do comum (mas sem ousar demais) é apostar nos modelos com o forro estampado. Estampas étnicas, animal print e florais estão em alta. Dobre a manga da peça, assim a estampa aparecerá, dando um toque final ao look.

Saia do comum!

Os coloridos, com spikes, texturas ou detalhes em pedrarias conseguem dar um up em qualquer produção. Mesmo que você esteja com peças básicas, como jeans e camiseta, um blazer diferente trará impacto ao seu visual, deixando-o mais moderno e estiloso.

E aí, descobriu qual é o modelo ideal para você? Aqui na Ritual temos vários modelinhos diferentes! Dá uma espiada. 😉

Roupas combinando: 6 dicas de como combinar o calçado correto com as roupas

Roupas combinando: 6 dicas de como combinar o calçado correto com as roupas

Muitas vezes pensamos e estudamos apenas as roupas que vamos usar sem pensar em uma peça fundamental: o calçado correto. Um sapato apropriado pode ser a peça chave para finalizar um look perfeito e saber escolhê-lo de acordo com as outras peças de roupas é muito importante.

Além de analisar as peças de roupa, para escolher o calçado correto é importante também pensar na ocasião em que ele será utilizado. Levar esses itens em consideração vai fazer com que você saia com um visual em harmonia.

roupas

Para festas mais formais como formaturas e casamento, por exemplo, é melhor usar sapatos mais sofisticados para combinar com as roupas sociais. Os sapatos confortáveis devem ser usados no trabalho, ou em um programa mais descontraído – principalmente se você for andar muito, ou ficar muito tempo de pé.

Também é importante harmonizar os calçados com as peças de roupa. Uma calça flare, por exemplo, combina melhor com sapatos altos do que sapatilhas.

Essas foram algumas dicas preliminares. Agora vamos aprofundar mais no calçado correto para cada tipo de roupa, ocasião, acessório, enfim… Como combinar tudo para deixar o visual arrasador.

Sandálias com saltos grossos e tiras largas

As sandálias mais pesadas, com um visual mais “grosseiro”, com saltos grossos, plataformas e tiras mais largas, ficam melhores compostas em um visual mais agressivo, mais ousado. É ideal para as mulheres que querem quebrar a delicadeza e a feminilidade com ousadia e sem perder a elegância.

Combine esses calçados com saias e vestidos mais curtos e justos, estampados, ou não, sempre levando em consideração as tendências atuais.

Sapatos delicados e femininos

roupas

Se você busca um visual mais feminino e vintage, os sapatos mais delicados são perfeitos para visuais mais românticos. Dentre as opções estão as sapatilhas estilo bailarina, sapatos boneca, peep toe e sandálias mais finas e delicadas.

Para os sapatos lisos, as cores mais indicadas para compor um visual vintage são as que possuem tom pastel: ele pode ser lilás, rosa, nude, ou azul claro. Se você optar pela estampa, prefira as florais e as de bolinha. Se você quer deixar o visual ainda mais feminino, escolha o calçado correto com laços, flores e fivelas do estilo.

Sapato com salto meia pata

O salto meia pata pode vir em peep toes, scarpins, sandálias e outros modelos de sapatos. O meia pata é aquele salto concentrado somente na frente do calçado, que torna o salto alto mais confortável, fácil e seguro para a mulher que deseja ficar mais alta e mais elegante.

Esse tipo de salto foi criado para aquelas mulheres que adoram salto alto, mas não suportam o desconforto de alguns deles. Outra vantagem do meia pata é que ele combina com todas as mulheres e todos os tipos de roupa, desde as mais delicadas às mais ousadas. Basta você escolher o modelo e a cor que mais combinam com o seu estilo e você estará pronta.

Sapatos estampados

roupas

As estampas nunca saem de moda, mas estamos mais acostumados a vê-las em roupas e outros acessórios. No entanto, o calçado correto estampado pode deixar o look ainda melhor. Desde animal prints aos florais, bolinhas e listras, as estampas nos calçados podem ir nos peep toe, nas sandálias, nas rasteirinhas e nas sapatilhas e tênis.

Para que os sapatos estampados deixem o visual mais divertido e colorido, mas sem erros, é importante combiná-los com peças de roupa mais neutras para não sobrecarregar o look e para deixar os calçados em evidência.

Modelos básicos e confortáveis

As rasteirinhas, sapatilhas, oxfords, chinelos e sandálias são as opções para as mulheres que prezam pelo conforto, ou que precisam dele em determinadas ocasiões. As plataformas e anabelas, com os saltos retos, também podem entrar na lista de sapatos confortáveis.

Esses modelos são ideais para irem com as roupas do dia-a-dia e combinam bem com calças, bermudas, shorts, saias, vestidos e macacões de diversos estilos e comprimentos.

Sapatos sociais

Os sapatos sociais, como o nome já diz, são opções de calçados elegantes que devem sem usados em ocasiões mais formais. As sandálias com tiras finas, metálicas e com brilho são o tipo de calçado correto para combinar com os vestidos produzidos de festas. Os vestidos e saias podem ser longos, ou curtos e devem ser mais sofisticados para essas ocasiões.

Dicas para usar e manter cabelos afros curtos

Dicas para usar e manter cabelos afros curtos

Os cabelos afros na década atual são sinônimos de atitude e libertação. Durante décadas da dominação dos cabelos lisos e da necessidade de chapinhas e alisamentos químicos era difícil encontrar a garota que assumisse os afros e os cachos – destaques da década de 70, quando o Black Power surgiu como uma ideologia e cultura.

Felizmente, a tendência vintage da década de 2010 e a segurança das mulheres que querem assumir o que são fizeram com que os cabelos afros voltassem com tudo nas passarelas e nas ruas. Além de penteado da moda, o afro é uma manifestação contra os padrões de beleza tradicionais e contra químicas e processos de alisamento tão prejudiciais à saúde.

cabelos afro

Desvantagens

Os cabelos crespos e cacheados são alvos fáceis do frizz, do ressecamento, do volume e também podem embaraçar com mais facilidade, mas todos esses problemas são dribláveis e nesse artigo vamos dar algumas dicas para fazer isso.

Vantagens

Perto das desvantagens, as vantagens de ter cabelos afros são várias e as meninas de cabelos crespos devem se apegar a elas para assumir o que é natural.

Os cabelos curtos, por exemplo, são práticos e destacam mais as linhas e feições da face. Além disso, os afros curtos são estilosos, dão atitude e dificilmente passarão despercebidos. Eles também são facilmente combinados com acessórios, como lenços, flores, turbantes e brincos, por exemplo.

Cuidando dos cabelos afros

Hidratação

Para ter um afro perfeito, a boa hidratação é o segredo. Para isso, você pode usar óleos no lugar de cremes. O fio crespo tem dificuldade em absorver oleosidade, por isso os óleos são mais eficientes e a hidratação é essencial, pois sem ela, os cabelos ficam muito ressecados.

cabelos afro

Como cuidar dos afros todos os dias

Além da hidratação, há outras pequenas atitudes que podem ser tomadas para deixar o corte ainda melhor:

  1. Não penteie os cabelos afros na hora de acordar
    Pentear s cabelos pode aumentar muito o volume e fazer com que os cachos percam a forma. Quando acordar, apenas arrume os fios com os dedos e cremes para pentear.
  2. Prenda os cabelos antes de dormir
    Prender os fios antes de dormir também evita que os cachos percam a forma durante a noite.
  3. Não durma de cabelos molhados
    Deixar os cabelos molhados durante a noite pode acabar com a saúde dos fios crespos. Por causa da forma e da textura, esse tipo de cabelo favorece a proliferação de fungos e bactérias no couro cabeludo e a umidade só piora.

Opções de penteados e cortes para cabelos afros curtos

Agora que você já sabe como cuidar dos fios crespos, conheça algumas opções de cortes e penteados que você que possui um afro curto pode adotar:

  1. Moicano
    Com o auxilio de grampos para cabelos, prenda os fios nas duas laterais da cabeça e deixe uma mecha na parte de cima solta. Finalize com um fixador para nenhum fio sair do lugar.
  2. Tranças
    Os rastafáris e as tranças são velhos conhecidos do cabelo afro. Nos afros curtos modernos, as tranças podem ser feitas de forma discreta na lateral, com o trançado apenas em um lado e o resto do cabelo solto, por exemplo.
  3. Afro reto
    O corte reto no afro é uma opção para diminuir o volume do cabelo sem abandonar a forma afro.
  4. Acessórios
    O afro combina com uma grande variedade de acessórios. Você pode investir em turbantes, lenços, tiaras, flores, combiná-los com brincos e colares grandes… Todos os elementos juntos com esse estilo de cabelo ficam ótimos e dão muito estilo a quem os usa.
  5. Outros
    Uma opção muito comum das meninas que adotam os cabelos afros e baixar o volume apenas da nuca. Com esse corte, a garota pode moldar os fios de diversas maneiras, podendo deixar o formato do afro quadrado, triangular, quadrado, entre tantas outras opções.
    Os especialistas recomendam a manutenção e o corte dos fios de um em um mês. Se passar disso, o corte pode perder a forma com o crescimento dos cabelos.
20 anos: Dicas de estilo para garotas nessa faixa de idade

20 anos: Dicas de estilo para garotas nessa faixa de idade

As pessoas nos ditam regras de moda constantemente e muitas vezes não queremos segui-las por buscar um estilo próprio, ou por ser contra as “ditaduras” da beleza. No entanto, quando atingimos certa idade – principalmente a casa dos 20 anos – algumas normas nos fazem ter vontade de obedecê-las em busca de maior praticidade no guarda-roupa.

Se você já estiver na faixa dos 20 anos, ou se você estiver saindo da adolescência e se preparando para a nova década, as regras de moda a seguir são as que você vai querer acompanhar e quando os 30 anos estiverem batendo à porta, você vai agradecer por ter acompanhado essas tendências atemporais.

Tenha várias peças básicas quando estiver nos 20 anos

20 anos

Quando somos adolescentes podemos não perceber a importância das peças de roupas básicas, já que a maioria das garotas nessa idade quer ousar e se fazer aparecer. No entanto, quando atingimos a marca dos 20 anos, percebemos que precisamos das peças básicas para diversas situações: reuniões, entrevistas de emprego e outras ocasiões que adolescentes não precisam se preocupar.

Invista bem em peças clássicas

Quando o assunto é roupas clássicas, invista nelas o quanto você puder. Se você realmente amou uma peça clássica na vitrine e você sabe que ela nunca vai sair da moda, vale à pena gastar um pouco mais de dinheiro em uma roupa que vai durar mais tempo. É claro que quando chegamos aos 20 anos ainda não temos uma carreira consolidada e precisamos economizar mais, mas economize apenas nas peças que você sabe que vão sair de moda. Em longo prazo, você verá como essa dica é importante.

Sempre tenha peças de roupas mais profissionais no seu guarda-roupas

Há algo pior que ser chamada para uma entrevista do emprego de seus sonhos e não ter nada para vestir no dia? Mesmo se você ainda estiver desempregada, ou na faculdade, sempre tenha roupas mais profissionais no seu guarda-roupa em caso de ser chamada para uma entrevista de última hora – que você não estava esperando.

Também tenha roupas para sair à sua disposição

Da mesma maneira que o item anterior, você nunca sabe quando você vai sair com os seus amigos, ou ter um encontro quando você estiver na faixa dos 20 anos. As coisas podem aparecer inesperadamente e justamente por isso você deve ter alguns looks versáteis para saídas à noite. Você pode perceber que não tem nada para vestir apenas alguns minutos antes de sair e isso pode ser muito estressante.

20 anos

Siga blogs e instagrams de ditadores de tendências

Os meios virtuais podem fazer com que a gente sempre fique antenada sobre as novas tendências de moda e estilo. Para incorporá-las no nosso dia-a-dia, a maneira mais fácil é seguir pessoas e famosos que ditam tendências de moda nas redes sociais. O Instagram, por exemplo, tem se tornado uma grande ferramenta para isso.

Reviva seu estilo de infância

Questões de estilo sempre se repetem e se você está na faixa dos 20 anos e viveu a infância na década de 1990 já percebeu que muitas tendências daquela época voltaram à moda recentemente. Por isso, se você está atrás de peças de roupas modernas e presentes nas passarelas atualmente, pense no que você amava vestir quando era criança e traga esses elementos de volta repaginados e modernos.

Se desfaça de roupas que você nunca mais vai usar

Vasculhe seu guarda-roupa e doe, ou venda peças de roupas que você sabe que nunca mais vai usar. Isso é ótimo para manter seu guarda-roupa atualizado com novas peças e vai fazer com que você se sinta bem melhor. Mesmo sendo ótimo fazer isso, seja criteriosa. Uma das piores coisas é pensar em um look perfeito, mas quando você for montá-lo, perceber que uma das peças foi doada, ou vendida para outra pessoa. Por isso, se você tiver uma peça clássica que ultrapassa tendências, mesmo que você não a use tanto assim, segure-a por mais tempo – vai que você precisa dela.

Essas são as dicas para você que tem 20 anos, ou mais, ou que está entrando nessa faixa estaria. Acredite: você não vai se arrepender de segui-las!

Calça flare: 6 dicas de como aproveitar essa tendência

Calça flare: 6 dicas de como aproveitar essa tendência

Os modelos de calça flare marcaram presença em desfiles nacionais e internacionais e não demoraram a despontar no cenário street wear como peça da vez, remetendo aos anos 70. De cintura alta e boca larga, (quanto mais ampla melhor!), a peça é indispensável para quem quer desfilar por aí com pernas aparentemente mais longas, adotando a tendência do momento. O modelo consegue alongar a silhueta de qualquer mulher e dar um ar de elegância ao look.

DICAS IMPORTANTES ANTES DE ESCOLHER A SUA CALÇA FLARE:

calça flare

1. Para todos os tipos de corpo

O modelo flare pode ser usado por mulheres com diferentes tipos de corpo. O importante é prestar atenção nos seus pontos fortes para escolher o modelo correto: se você tem um quadril largo ou gordurinhas, use modelos de cintura alta que possuam compressão e coloque blusas levemente mais largas, para tirar a atenção da região.

Se você é magra, a calça flare pode ajudar a definir suas pernas, cintura e coxas, pois modelos justos e com tecido mais grosso, com texturas ou estampas, tendem a dar a sensação de “volume”. Já para as baixinhas que queiram usar a flare sem correr o risco de ficarem menores: a dica é escolher um modelo mais esguio, de barra levemente aberta. Usando com salto alto, coberto pela barra da calça, há a sensação de obter um reforço no efeito de “crescimento visual”.

2. Tecido

Se você não tem nenhuma calça flare em seu guarda roupa faça a sua primeira aposta no modelo jeans ou em um modelo de sarja básico, de preferência na cor preta. É sempre a primeira opção para um look casual, e, caso o o ambiente de trabalho não seja completamente formal, com uma camisa e blazer você está pronta para enfrentar a rotina semanal. Se você já possui uma calça flare e tem o estilo clássico aposte nas confeccionadas com camurça, couro ou bandagem. E se você é do tipo fashionista e gosta de se destacar, pode abusar dos modelos estampados!

3. Comprimento da barra

O comprimento ideal é aquele que só deixa aparecer um ou dois dedos do calçado. Se cobrir tudo, não há problema, porém não pode arrastar no chão (pois fica deselegante e acaba desgastando a barra da peça). O aspecto sofisticado pode ser substituído imediatamente por um desleixado se a barraestiver muito longa e arrastando no chão.

calça flare

4. Sapato

De preferência use a calça flare com salto. Reforçando, ela fica bonita quando é bem comprida, pois possui o poder de alongar o seu corpo. Para evidenciar a altura e criar uma silhueta elegante e mais poderosa, o salto é indispensável. Mas caso você queira montar um look no estilo boho-chic, pode compor um look com rasteiras. Porém, nesse caso, todo cuidado é pouco! Se você não for alta, calçados no estilo flat podem achatar e anular qualquer benefício que a peça tenha a proporcionar. Não tenha medo de fazer combinações, mas sempre olhe atentamente no espelho e verifique o efeito visual que as peças dão ao seu corpo quando estão juntas em um look.

5. Destaque a flare

A calça já é a peça chave do look. Portanto, pegue leve com a parte de cima. Evite qualquer blusa que tenha amarrações, muitas cores ou texturas. Isso vai deixar o visual final sobrecarregado. Como dito anteriormente, a ideia é parecer elegante!

No jogo de proporções, a flare é sempre destaque. Portanto, na hora de usar, opte por um blusa mais sequinha e ajustada ao corpo. Há ainda a clássica combinação de blusas ou camisas soltinhas por dentro da calça, já que a maior parte dos modelos possui o cós alto.

6. Adeque o tamanho da barra ao sapato

Não esqueça de na hora de fazer a bainha, já medir o comprimento com o sapato destinado à peça. Vale plataforma, scarpin, sandália, botas de cano baixo, etc… Para as mulheres que possuam poucos modelos de calça flare, o ideal para achar o comprimento perfeito é fazer uma média do tamanho dos sapatos. Já para aquelas que tem modelos variados e adoram fazer diferentes combinações, a dica é combinar cada modelo com a melhor opção de sapato e fazer barras de diferentes comprimentos (deixando o comprimento maior para usar com salto de 15 cm, um pouco menor quando a combinação for com um salto de 10 cm e assim por diante…).

Gostou? A Ritual tem modelos variados, para todos os gostos e estilos!

7 Dicas de como usar botas da maneira ideal

7 Dicas de como usar botas da maneira ideal

Ainda estamos no verão, mas quando menos esperarmos o outono vai bater em nossa porta. E outono e “usar botas” são praticamente sinônimos. Para já te preparar para a estação mais fresquinha do ano, vamos dar algumas dicas de como usar o calçado da melhor maneira.

As botas não são apropriadas para eventos sociais

Nem todas as pessoas obedecem essa regra hoje em dia, mas é bom saber. Se você vai comparecer a um evento social muito importante, onde tudo deve ser seguido à risca, é bom você não usar bota e optar por um sapato mais social.

botas

Escolha o comprimento do seu vestido com cuidado

A dica anterior pode não ter sido muito útil a você que raramente vai a eventos nos quais você vai poder encontrar a rainha, ou o presidente, por isso agora vamos entrar em dicas mais úteis.

Se você quer usar seu par preferido de botas com um vestido, tenha certeza que você consiga balancear os comprimentos das duas peças apropriadamente e usar bota alta com um vestido curto e vice-versa. Você não vai querer sair por aí parecendo um super herói, não é? Você precisa mostrar pelo menos um pouco da sua perna para separar o look entre o corpo e as pernas. Se você falhar nessa missão, seu corpo vai parecer uma coisa só e com um formato que não é agradável.

Usar botas com shorts e estampas

Essa combinação é bem perigosa e por isso você deve ter atenção na hora de usar bota, meia-calça estampada e shorts, ou bermudas.

Faça essa mistura somente se você tiver pernas longas e praticamente perfeitas, porque você terá três materiais diferentes e três linhas verticais e essas linhas afetam o formato do corpo.

Combine estilos com cuidado

Misturar e combinar é ótimo se você souber como fazer e qual é o momento apropriado para usar as misturas. Algumas garotas tentam usar o par preferido de botas com tudo, mas esse tipo de calçado não é tão versátil assim.

Botas maravilhosas que vão até depois do joelho são ótimas. Vestidos elegantes também, mas os dois não devem ir juntos, por exemplo.

Se você tem uma botinha com cano mais baixo e com tecidos e cores mais neutros, talvez você tenha mais opções para adaptá-la a vários visuais, mas para isso você precisa ter uma base, um estilo para começar.

Se suas botas são moderninhas e divertidas, vá com um estilo parecido. Se elas são elegantes, adicione elementos de elegância nas suas roupas também, e assim por diante…

botas

Botas ideais para garotas pequenas

Não compense sua altura com botas exageradas, plataformas grandes, ou longas botas peludinhas – a não ser que você queira parecer menor ainda.

Se você vai usar botas, escolha as mais delicadas, mais femininas e com traços mais refinados – a mesma dica se aplica aos saltos e plataformas. Você não precisa abandonar as plataformas, claro, você só deve se assegurar de que elas combinam com seu tipo de corpo e altura.

Botas ideais para as garotas plus size

A mesma regra se aplica aqui. Não tente compensar a sua aparência com botas grosseiras porque elas não vão fazer bem nenhum. Saltos femininos, botas bem estruturadas, principalmente as retas no estilo cavalaria são o que você precisa. Elas deixam qualquer garota bem vestida, elegante e clássica.

Escolha botas com canos mais longos para fazer com que sua perna fique maior e mais fina.

Botas ideais para garotas com pernas finas

Se você acha suas pernas finas demais para sair por aí as mostrando com shorts, vestidos curtos e meia-calça, você pode amenizar o visual com o uso desses calçados.

Uma coisa que você deve se lembrar é que quando você for usar botas, o espaço entre elas e a sua perna não pode parecer que caberia uma outra perna ali. Isso só dá a sensação de que suas pernas são mais finas ainda.

O modelo ideal para o seu tipo de corpo são as ankle boots. Quando for escolher a melhor para você, leve em consideração se elas estão muito largas, ou não e escolha sempre a que ficou mais ajustada.

As botas de cano longo também podem funcionar e você pode usá-las como aliadas para fazer com que suas pernas pareçam mais grossas. Nesse caso, escolha aquelas que fiquem levemente larguinhas nas suas pernas e com o comprimento que diverge a atenção para a parte mais grossa da sua perna. Não tem como errar.

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas