Escolha uma Página
Cabelos oleosos: cuidados especiais

Cabelos oleosos: cuidados especiais

Quem tem cabelos oleosos sabe como dá trabalho manter ele com uma aparência que não seja gordurosa e pesada. Nos casos mais intensos, ao longo do dia o cabeço já começa a ficar com um visual meio “sujo” por conta da oleosidade e essa história de lavar o cabelo dia sim, dia não, é simplesmente impensável.

Oleosidade é uma coisa normal no cabelo, mas quando ocorre em excesso é resultado de uma produção aumentada pelas glândulas sebáceas, que pode ser causada ou piorada por alterações hormonais e estresse.

Limpeza

cabelos oleosos
Fonte: Unsplash

A limpeza correta e diária do cabelo é muito importante e deve ser feita com um shampoo adequado, seja específico para cabelos oleosos ou um shampoo adstringente, com pH neutro.

Usar água muito quente para lavar o cabelo não é recomendável para qualquer tipo, mas no caso dos fios oleosos isso é ainda mais importante.

Pois a água quente resseca os fios, o que estimula a produção de oleosidade, então, vai piorar ainda mais.

Outra dica de limpeza é aplicar shampoo anti resíduo ou esfoliante capilar uma vez por semana.  Mas cuidado, não vale usar ele todo dia, hein. Sem exageros.

Dica importante: não aplique creme hidratante na raiz e no couro cabeludo, sempre use da metade para baixo, ok?

Dia a dia

No dia a dia, evite ficar passando a mão pelos fios. Quanto mais você fizer isso, mais cedo a oleosidade vem.

Uma coisa importante para o cabelo oleoso é a ventilação, então quando mais solto ele estiver, melhor. Isso não quer dizer que você não pode usar um chapéu, lenço, etc. É só não apostar nesse acessório todo dia e saber que quando for usar, o cabelo vai, naturalmente, ficar com aparência oleosa mais rápido.

Outro fator que contribui para a oleosidade é o uso de secadores e chapinha. Segue a mesma lógica da água quente, de ressecar a incentivar a produção nas glândulas sebáceas. Por isso, quando for usar o secador, mantenha ele a uma distância de uns 15 cm. No caso da chapinha não tem como, apenas evite o aparelho.

Cabelos crespos

cabelos oleosos
Fonte: Unsplash

As madeixas encaracoladas ou crespas são naturalmente mais delicadas do que os cabelos lisos e merecem uma atenção a mais.

Um fator diferente que contribuie para a oleosidade no cabelo crespo é o formato da fibra capilar, que dificulta a distribuição do sebo natural do cabelo, gerando uma concentração na raiz.

Por isso, é importante se concentrar em duas coisas ao cuidar dos cabelos, o controle da oleosidade na raiz e os cuidados para restaurar o cabelo.

Isso pode ser feito com o uso de shampoos de limpeza profunda uma ou duas vezes por mês, além da aplicação de máscaras de cuidado intensivo para hidratar os fios.

Além disso, valem os cuidados gerais: evitar água quente, deixar o cabelo solto, enfim, os que já citamos acima.

Independente do tipo de cabelo, é importante saber que em alguns casos a oleosidade pode ser tratada apenas com esses cuidados diários, mas em outros, por envolver questões hormonais, é importante o acompanhamento de um médico que possa te orientar no tratamento ideal, que algumas vezes, pode envolver fórmulas controladas ou até remédios de ingestão oral. Fique de olho.

Dicas para uma maquiagem colorida

Dicas para uma maquiagem colorida

Mesmo que tenha sido uma vez na vida, com aquelas maquiagens de criança, todo mundo já apostou em uma maquiagem colorida. As amantes da maquiagem, então, se aventuram por essa tendência sem medo e criam visuais arrasadores.

É comum acharmos que esse tipo de maquiagem deve ser usada exclusivamente em momentos de festa ou de noite, que são muito chamativas para o dia a dia, mas a verdade é que hoje vale de tudo para montar uma produção que expresse bem seu estilo.

Vale lembrar que para apostar na maquiagem colorida você não precisa estar com sombra colorida, batom forte, olho marcado etc. Você pode apostar em uma coisa ou outra para dar uma equilibrada, dependendo da ocasião.

Batom

maquiagem colorida
Fonte: Unsplash

O batom colorido é uma peça chave. Seja no vermelho clássico se arriscando pelos laranjas e roxos,  uma boca marcada é o primeiro passo para uma maquiagem  impecável.

Uma boa ideia para não errar na dose da maquiagem é escolher se a boca vai ser o centro do make ou não. Se for, aposte nas cores fortes e deixe os olhos mais discretos – e mesmo assim você pode investir em tons coloridos, não precisa usar apenas cores neutras. 

Já se você quer destacar o olho, opte por um batom que não brigue com a sombra, um colorido mais delicado, como rosa.

Olhos marcados

A cor da sombra não precisa necessariamente combinar com a sua roupa, mas elas têm que criar um equilíbrio. Por exemplo, nem sempre um olho verde marcado fica legal para um look verde, pois vai pesar no visual.

Já se você apostar em um tom de azul ou de rosa, pode conseguir uma produção divertida e bonita.

Os delineadores coloridos são uma ótima opção para começar a inserir cor na maquiagem. Em tons de azul, verde e até rosa, elas vão deixar seu olhar chamativo, mas pedem um cuidado a mais na hora de escolher os tons do restante da maquiagem. Assim como no batom, se o olho já está com a atenção, aposte em cores que não vão criar um conflito no seu make.

Colorido e clássico

maquiagem colorida
Fonte: Unsplash

Se você quer dar um up na maquiagem, mas não quer nada exagerado, sua cor é a o rosa. Ela pode ser usado na boca, no olho e inclusive, nos dois juntos.

Dando um toque romântico a produção, a maquiagem rosa é bem versátil e uma ótima escolha para qualquer ocasião, seja com um look formal e chique ou um visual básico.

Para o dia e para a noite

Como a gente disse, está liberado apostar na maquiagem colorida de dia. Basta ter aquele equilíbrio de cores. Aposte nos olhos ou na boca e brinque com as cores de maneira mais sutil. Na hora de mudar o make para a noite, deixe os tons mais forte e pronto, não tem erro.

O make colorido é marcante e está aí para reforçar todo seu estilo e atitude. Não tenha medo de apostar nele, mas claro, sinta-se sempre confortável com o seu visual. E aí, que cor você vai usar hoje?

Cachos: você sabe qual seu tipo de cabelo?

Cachos: você sabe qual seu tipo de cabelo?

Você sabe qual o seu tipo de cacho? Isso mesmo, seu tipo de cacho. Engana-se quem pensa que cabelos cacheados ou crespos são todos iguais. Cada tipo tem características específicas e assim, cuidados diferentes.

Uma divisão bem conhecida dos cabelos cacheados é a que usa as categorias 2, 3, 4 e as subcategorias a, b, c. É claro que nem todo cabelo vai se encaixar perfeitamente em uma ou outra, ele pode ter características de mais de uma categoria, mas é interessante saber a qual delas seu cabelo pertence, ou pelo menos em quais delas ele se encaixa, para poder comprar produtos certos e mesmo definir alguns cuidados com as madeixas.

Tipo 2

cachos
Fonte: Unsplash

O cabelo tipo 2 não é nem liso, nem cacheado. Ele tem ondulações que podem ser discretas ou mais fortes, normalmente elas estão presentes nas pontas do cabelo, pois a raiz é praticamente lisa. Uma dica essencial para manter os cabelos tipo 2 em ordem é achar o corte certo!

2A: esse tipo de cabelo tem ondulações bem leves, é facilmente confundido com um cabelo liso. Uma das características dele são as pontas ressecadas e a raiz oleosa.

2B: esse cabelo ainda mantêm a raiz lisa, mas as ondulações ao longo do fio são mais marcadas. Um corte certo ajuda a controlar o volume.

2C:  com um volume maior do que os anteriores, o 2c está chegando no cabelo cacheado. As ondulações são bem marcadas, mas não chegar a formar cachos definidos, o que pode ser facilmente feito com um finalizador.

Tipo 3

Chegamos nos cachos! Acompanhados de um volume extra, claro. Aqui a dica para manter a cabeleira bonita é a hidratação, pois cabelos do tipo 3 em diante tendem a ser mais ressecados.

3A: os cachos desse tipo de cabelo já são bem definidos, mas são maiores e espaçados. Quando muito longo, a raiz pode ficar mais lisa e perder o volume, no entanto, o cabelo tem um balanço natural e você não precisa se preocupar em modelar ele.

3B: aqui os cachos começam bem perto da raiz, que fica ondulada, e são menores do que no 3a, o que pede um cuidado reforçado.

3C: esse tipo de cabelo passa a ter cachos desde a raiz, tendo mais volume que os anteriores. Eles são menores e mais intensos e o corte certo é ideal para valorizar essa característica do cabelo.

Tipo 4

cachos
Fonte: Unsplash

Chegamos aos cabelos crespos. Eles são mais frágeis e tendem a ter mais volume. A hidratação continua sendo essencial para manter a cabeleira linda.

Os produtos com óleos vegetais são ótimas opções para dar um brilho a mais, mas claro que devem ser específicos para esse tipo de cabelo.

4A: os cachos diminuem ainda mais nesse cabelo, que é mais fino e tende a ser mais ressecado que os anteriores. Pelo tamanho eles podem se misturar e perder a definição, mas nada que um creme específico não resolva.

4B: os cachos seguem diminuindo. O grande desafio desse cabelo é manter a definição, então aposte nos cremes e na hidratação. Um cuidado a mais na hora de pentear é ideal, pela delicadeza dos fios.

4C: aqui o cabelo perde o formato dos cachos e ganha uma característica mais zig zag. Ele é mais denso e fino, tornando hidratantes indispensáveis para manter a saúde dos fios. A dica é usar todo volume a seu favor, aposte em um garfo (pente) com dentes largos para moldar melhor o visual.

Agora que você já sabe qual é seu tipo de cabelo, é só partir para os cuidados. Seja com poucos ou muitos cachos, seja crespo ou encaracolado, o importante é assumir a cabeleira e toda a beleza natural que ela tem.

Make prática: Os produtos essenciais para ter na nécessaire

Make prática: Os produtos essenciais para ter na nécessaire

Assim como acontece na moda, não é preciso ter um monte de itens para conseguir uma make prática, bonita e bem feita: é possível transportar a ideia de guarda-roupa cápsula para o nécessaire e garantir economia, versatilidade e – claro – beleza. Descubra quais os produtos essenciais, e os que você pode riscar de uma vez da lista de compras.

PELE PERFEITA

make prática
Fonte: Unsplash

Geralmente, para uma pele bem feita são utilizados primer, corretivo, base e pó, mas é possível encontrar os mesmos benefícios com bem menos.

Muita gente acha que o corretivo tem que ser mais claro para esconder olheira, mas é um erro que acaba evidenciando ainda mais.

Então você tem duas opções: TER SÓ UMA BASE DE COBERTURA BACANA QUE VAI SUBSTITUÍ-LO, OU UM BOM CORRETIVO com textura que dê para espalhar no resto da face.  

Outra solução possível é apostar nas fórmulas mais tecnológicas, que podem abolir ainda mais produtos: BBCREAM E CCCREAM SUBSTITUEM PRIMER, HIDRATANTE E ATÉ PROTETOR SOLAR, mas é preciso cuidado se a pele for oleosa.

Se você não vai ter pó e possui o rosto oleoso, a dica é investir na base matte, que fica sequinha e tem ótima cobertura. MAS SE QUISER TER UM PÓ O MELHOR É OPTAR PELO COMPACTO, que tira o brilho e dá um pouco de cobertura.

Dessa forma você consegue ter só base e pó para fazer o rosto todo, sem corretivo.

SOMBRAS

Um bom duo de sombras é tudo o que você precisa para garantir um olho esfumado bonito e que vá para qualquer ocasião, basta investir nas cores certas. UMA SOMBRA MARROM E UMA MAIS PUXADA PARA O BEGE SÃO SUFICIENTES para esfumar muito bem, SÃO DOIS TONS ESSENCIAIS. Eles são mais utilizados que o preto, dão luminosidade e quando quiser comprar uma colorida o bom é que casam com tudo.

LÁPIS DE OLHO

make prática
Fonte: Unsplash

Nada mais comum do que ter um lápis e um delineador, mas entre os dois o primeiro é realmente o campeão. ELE PODE FAZER A MESMA FUNÇÃO DO DELINEADOR, ser usado para preencher a sobrancelha e até ser esfumado como sombra. É prático, versátil e é bem mais fácil de aplicar.

MÁSCARA DE CÍLIOS

Se tem um item que não pode sair do seu necessaire é a máscara, já que ainda não existe nenhuma troca a altura: ELA DÁ A SENSAÇÃO DE MAQUIAGEM COMPLETA E BEM FEITA, então é essencial mesmo que você queira o make cápsula de três produtos, que é composta de pele, lápis e batom.

BATOM ROSADO OU PRÓXIMO DA PELE

Um batom rosado ou de tonalidade próxima a da sua pele é um dos produtos mais versáteis que você pode adquirir, já que é discreto o suficiente para qualquer ambiente e ocasião.

É um grande curinga de maquiagem, e tem que ter. Outro ponto positivo é que ELE PODE SER APLICADO NO LUGAR DO BLUSH, dando suaves batidinhas com os dedos. Dá uma pigmentação bacana.

Cabelo misto: como tratar raiz oleosa e pontas secas

Cabelo misto: como tratar raiz oleosa e pontas secas

RAIZ OLEOSA E PONTA SECA. Quem vive o dilema do CABELO MISTO tende a ter trabalho dobrado na hora de equilibrar os dois extremos. Os fios ondulados, cacheados e crespos costumam ter essa característica, em função da própria estrutura encaracolada que apresentam. O manto hidrolipídico (hidratação natural) não alcança as pontas, concentrando-se na raiz.

Além disso, fatores genéticos, clima, excesso de químicas, água muito quente para o banho, USO FREQUENTE DE SECADORES, CHAPINHAS, entre outros contribuem para aumentar o problema. O tratamento na medida certa requer a adoção de alguns hábitos somada ao uso de produtos adequados. Quer saber quais são?

A COMEÇAR PELA LAVAGEM

cabelo misto
Fonte: Unsplash

A LAVAGEM DE UM COURO CABELUDO MUITO OLEOSO PRECISA SER FEITA COM XAMPUS NEUTROS OU ESPECÍFICOS para isso. A única precaução é não esfregar com as unhas, porque isso pode ferir o couro, principalmente quando ele já está irritado.

Utilize a ponta dos dedos e massageie a cabeça, deixando a espuma agir de 3 a 5 minutos.

O resto do cabelo deve ser compensado com um CONDICIONADOR OU CREME HIDRATANTE. Nada de deixar que ele chegue perto da raiz, hein? O foco da aplicação há de ser restrito às pontinhas, com enxágue rápido. Quanto à frequência, esta pode ser diária ou com o intervalo de um dia.

O EXCESSO DE ÓLEO PODE LEVAR AO DESENVOLVIMENTO DA CASPA e outros tipos de irritação. Para remover a camada de células mortas e estimular a renovação nessa região, o emprego de XAMPU ESFOLIANTE é bem-vindo.

Uma vez por semana ou a cada 15 dias no máximo. Tem que ter certo tipo de cuidado com ele. Senão, pode ocasionar mais sensibilidade, coceira, pinicamento e descamação.

LIVRE-SE DOS RESÍDUOS

Outro produto que costuma dar bastante resultado é o já conhecido XAMPU ANTIRRESÍDUO, que promove uma limpeza profunda. Assim como citado acima, o ideal é lavar com ele uma vez na semana. Caso contrário, pode provocar um efeito rebote e estimular mais as glândulas sebáceas a produzirem óleo.

CONTE COM O XAMPU A SECO

A opção que vem se tornando cada vez mais comum por aqui é ótima para momentos de emergência, já que ABSORVE A OLEOSIDADE, DANDO UM ASPECTO TEMPORÁRIO DE BRILHO E LIMPEZA. Na hora de borrifá-lo, deixe uma distância de alguns centímetros do couro para não acarretar em uma irritação também.

REPARAÇÃO TOTAL

cabelo misto
Fonte: Unsplash

Para as PONTAS DO CABELO, QUE FICAM MAIS SECAS E SUSCETÍVEIS À QUEBRA, ambos os profissionais indicam os reparadores.  Eles conseguem dar uma boa reintegração aos fios, principalmente àqueles expostos à química.

Um pouquinho espalhado na palma da mão já basta para garantir leveza e luminosidade. A reaplicação precisa ser feita a cada lavagem.

Para ter o controle do ressecamento é MANTER AS HIDRATAÇÕES SEMANAIS. MÁSCARAS CONCENTRADAS e com alto poder umectante são as ideais, assim como as ENRIQUECIDAS COM AMINOÁCIDOS, PROTEÍNAS E QUERATINAS.

Lembre-se, no entanto, de que marcar uns quatro, cinco dedos para baixo da raiz ao passá-las. Para o preparo em casa, segue uma receita bem fácil indicada por profissionais:

INGREDIENTES:

1 copo de iogurte natural
2 colheres de sopa de aveia em flocos

MODO DE PREPARO: 

Misture os ingredientes e aplique nos cabelos limpos e úmidos. Deixe agir por 15 minutos e enxague bem.

HORA DA TESOURA

O CORTE É MUITO IMPORTANTE PARA ELIMINAR AS PONTAS DUPLAS INDESEJADAS. Pelo menos a cada três meses uma visita ao salão é aconselhada – os cabelos mais ressecados possivelmente precisarão encarar as tesouras com maior periodicidade.

FIQUE DE OLHO NA SECAGEM

Aliada à oleosidade, uma das principais causas da dermatite seborreica é o fungo, que adora uma umidade. Dessa forma, DORMIR COM O CABELO PRESO OU MOLHADO é ambiente propício para piorar essa situação. O couro começa a dar mau cheiro, crosta, ficar vermelho…. Diante de qualquer sintoma do gênero, consulte um especialista para que seja prescrito o tratamento mais adequado.

Cachos: Como manter os seus bonitos e saudáveis

Cachos: Como manter os seus bonitos e saudáveis

Cachos bonitos pedem cuidado e a estratégia certa na hora de modelar, e para isso nada melhor do que investir em produtos que facilitam a rotina. Descubra os maiores aliados dos cabelos cacheados e garanta madeixas perfeitas e duradouras:

PARA TRATAR SEUS CACHOS

LINHA CORRETA

cachos
Fonte: Unsplash

O xampu deve ser leve, sem muito sal, para que você garanta mais hidratação. Pode usar os xampus creme ou o higienizador sem espuma, são itens fundamentais para cuidar em casa. 

ELES DEVEM SER SUAVES E NÃO MUITO DETERGENTES PARA NÃO RESSECAR, já que é um cabelo que tem essa tendência.

O condicionador também precisa ser bem hidratante, e pode ser utilizado antes da limpeza quando os fios estão fragilizados:

Se está muito ressecado e poroso, NA HORA DE LAVAR É INTERESSANTE PROTEGER A PONTA DESSE CABELO, passando o condicionador para que o xampu não faça ainda mais agressão.

MÁSCARA DE HIDRATAÇÃO

Uma boa máscara deve ser parte da rotina de todas as mulheres para a manutenção caseira, então aposte na opção certeira. Atualmente existem as próprias para cacheados, ou as com ATIVOS DE MAIOR EMOLIÊNCIA, COMO CASTANHA, CACAU E MURUMURU.

Lembrando que ela não tem a função de deixar o cabelo maleável, então não deve substituir condicionador, e sim entrar uma vez na semana para um cuidado mais intenso após larvar.

ÓLEOS

ÓLEOS PODEM SER UTILIZADOS SEMANALMENTE OU A CADA 15 DIAS. FOTO: THINKSTOCK

Óleos vegetais também podem ser grandes aliados, mas tudo vai depender de como suas madeixas reagem a eles. Algumas pessoas se dão bem com o uso contínuo e diário por serem bem nutritivos, mas SE ELE DEIXAR OS FIOS PESADOS É BOM DEIXAR COMO A MÁSCARA, para tratamento e não como finalizador. Passe nas pontinhas e deixe  agir uma vez por semana ou a cada 15 dias.

PARA FINALIZAR

CREME PARA PENTEAR

cachos
Fonte: Unsplash

O creme para pentear não é uma novidade, e a especialista garante que ainda não há substituto à altura. Ele tem que ser utilizado sempre, mesmo que você queira mais ou menos volume.

O PRODUTO TE AJUDA A DESEMBARAÇAR SEM QUEBRAR E MACHUCAR A FIBRA CAPILAR, que geralmente é o que dá o frizz, e ainda resulta em maior controle e definição.

Para usar, retire o excesso de umidade após lavar, coloque uma quantidade nas mãos e vá passando sem deixar encostar no couro cabeludo, desembaraçando com os dedos. Depois venha com o pente de dentes largos só para finalizar e remover o restante dos nós

LEAVE-INS MODELADORES

Um bom modelador também pode deixar a finalização muito mais prática, especialmente para quem não tem muita definição de cachos ou para as mulheres que estão em transição capilar.

PARA QUEM PRECISA DE CONTROLE DO VOLUME ELE VEM LOGO DEPOIS DO CREME PARA PENTEAR, e se você quer só cachos mais modelados pode utilizar apenas ele. Se for utilizar juntos, os dois vão se combinar para modelar ainda mais, mas vai do seu gosto pessoal e de como prefere aplicar.

DIFUSOR

Nos dias frios é quase impossível sair com as madeixas molhadas, e nessas horas o secador com difusor deve ser seu melhor amigo: Cacheada não pode secar sem ele, porque o jato forte e único vai abrir totalmente o cacho, levantar frizz e você vai perder todo o trabalho que teve antes. Faça uso e vai ter um cacho alinhado e com muito mais definição. O IMPORTANTE É SECAR CERCA DE 70% E DEIXAR OS OUTROS 20% SECAREM NATURALMENTE, assim você aumenta muito a durabilidade.

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas