Escolha uma Página

As pontas duplas são companheiras nada desejáveis dos cabelos longos, mas, afinal, por que elas surgem? Como prevenir ainda é mais fácil que remediar, te contamos quais são os hábitos responsáveis por elas e como fazer para riscá-los já da rotina.

O que fazer para ter cabelos saudáveis:

DANOS QUÍMICOS 

ESCOVA PROGRESSIVA

pontas duplas
Fonte: Unsplash

Apesar de a escova progressiva deixar um aspecto bonito nas madeixas, esse efeito é apenas cosmético, e o acúmulo de procedimentos pode esconder danos severos.

O que piora muito as pontas duplas são os alisamentos e escovas progressivas, porque elas são perfeitas para primeira e a segunda aplicação, mas DEPOIS PASSAM A TER O EFEITO ACUMULATIVO QUE VAI DANIFICANDO E ENFRAQUECENDO A FIBRA capilar.

Ela fica porosa por dentro, embora você não veja tanto esse efeito por fora. Com isso o fio se divide e perde água, além de queratina, que esfarela facilmente.

Isso não significa que você precise deixar de lado o procedimento, mas respeite as pausas de pelo menos três meses e não descuide da saúde: O CABELO PRECISA ESTAR SEMPRE HIDRATADO E NUTRIDO COM VITAMINAS e queratina para passar pela progressiva, mesmo que pareça bonito e brilhante.

TINTURA FREQUENTE

Fazer algum tipo de tintura nos cabelos é muito comum, mas é essencial cuidar muito bem e prestar atenção à condição deles para escolher a melhor para você. É muito ruim, principalmente para quem faz descoloração, porque usamos uma oxigenada que faz a emoliência da cutícula do fio e da queratina para que os pigmentos entrem na fibra capilar e alterem a cor com facilidade.

PARA QUEM JÁ TEM FIOS FINOS INDICAMOS COLORAÇÕES APENAS SEMIPERMANENTES, para que não abra de fato a cutícula e enfraqueça ainda mais. Com as tinturas constantes ela fica exposta e é preciso tratamento e queratina para selar muito bem e evitar o problema. Se você não cuida, qualquer processo, mesmo o de passar a escova, é o suficiente para as bifurcações.

DANOS FÍSICOS

ESCOVAÇÃO EM EXCESSO

Seja com ou sem o secador, escovar os fios em excesso, ou sem delicadeza, pode ser um verdadeiro veneno. Portanto, tome cuidado e sempre desembarace das pontas para a raiz. ESCOVAR DEMAIS GERA ATRITO E TRAÇÃO E ISSO FACILITA A PONTA DUPLA. Você pode ter o efeito tanto por queimar o cabelo quando usa o secador, quanto por puxar demais, porque gera uma perda de massa.

FERRAMENTAS TÉRMICAS

pontas duplas
Fonte: Unsplash

Secador e chapinha são companheiros constantes das mulheres, especialmente nos dias frios do inverno onde deixar as madeixas molhadas não é nada agradável.

Todo processo físico e químico que cause ressecamento vai estragar, apesar de melhorar a aparência do fio por fora.

O PROBLEMA ESTÁ EM NÃO USAR PROTEÇÃO TÉRMICA E NÃO COLOCAR UM SILICONE no fim do procedimento, porque ele repara as proteínas e protege.

Outros equívocos comuns são encostar o secador ou deixar a prancha estacionada no mesmo lugar, o que queima e quebra o fio. Além disso, aposte em escovas de cerâmica por dentro, porque elas mantêm a temperatura estável e não estragam tanto a fibra.

EXCESSO DE PRODUTOS COM ÁLCOOL

Você já parou para ler as informações nos rótulos dos seus produtos favoritos? Se a resposta é não, é hora de criar esse hábito. Os produtos com álcool influenciam muito nas pontas duplas, porque ESSE ÁLCOOL DANIFICA E RESSECA, TIRANDO A OLEOSIDADE NATURAL QUE PROTEGE O FIO. Esse ingrediente pode estar na fórmula, mas precisa de ingredientes emolientes para compensar.

NÃO CORTAR

Não adianta, se você quer cabelos bonitos é preciso superar aquele medo da tesoura e investir em visitas regulares ao salão, como elucida Simone: A fibra vai se abrindo ou ficando porosa na ponta, então toda a água que está entrando você está perdendo ali pelas fissuras e isso vai ressecando.

SE VOCÊ NÃO ESTANCAR, ELA CONTINUA PERDENDO HIDRATAÇÃO E ELA VAI AUMENTANDO até chegar nas pontas duplas ou na quebra e até queda. Cortando de tempos em tempos você impede que isso aconteça. O ideal é que você corte há cada dois ou três meses, apenas as pontinhas, o que vai manter a forma bacana e tirar o que está se desgastando.

FALTA DE PROTEÇÃO SOLAR

Nada mais comum do que se esquecer da proteção solar, especialmente durante a temporada de frio. No entanto, assim como a sua pele, os fios sofrem com a exposição aos raios UV. O SOL PODE GERAR RESSECAMENTO E ELES VÃO COMEÇAR A ABRIR, o que vai gerar pontas duplas.

No inverno você continua precisando, porque a incidência de sol ainda ocorre. É importante ter um LEAVE-IN OU UM TERMOATIVADO COM PROTEÇÃO UV e usar diariamente. Para quem tem cabelos com química o cuidado é dobrado, porque a tendência de perder aminoácidos e proteína é maior.

FALTA DE HIDRATAÇÃO 

Você se esquece de agendar hidratações, ou acredita que elas sejam dispensáveis? Grande erro! A FALTA DE HIDRATAÇÃO É O MAIOR DE TODOS OS PROBLEMAS, e ela gera não só pontas duplas, como também quebra e ressecamento excessivo. Se tem química, deve fazer a cada 15 dias no salão e usar uma boa máscara em casa semanalmente. Para os cabelos virgens, uma vez por mês.

PRENDER DEMAIS 

Aquele coque que você faz quando está com pressa não é tão inofensivo quanto parece, especialmente se as madeixas não forem secadas corretamente, como afirma o hairstylist: DEPENDENDO DA MANEIRA COMO SE PRENDE VOCÊ PODE TER TRAÇÃO, especialmente com os cabelos molhados. Sempre seque muito bem, use elástico flexível e encapado e evite prender todos os dias.

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas