Escolha uma Página
Dicas para se vestir em mudanças climáticas

Dicas para se vestir em mudanças climáticas

Esse final de mês está bem inconstante no quesito temperaturas e fica difícil achar dicas para se vestir em mudanças climáticas. Parece que o tempo não se decide, de manhã esfria, a tarde faz calor e a noite esfria mais um pouco. Às vezes está um vento que acaba com nossos penteados, e outras vezes está um tempo seco sem nenhum ventinho para nos refrescar.

A mudança climática nos deixa num clima de intensa indecisão quanto ao que vestir. Se saímos com uma roupa mais quentinha de manhã devido ao tempo mais fresco, a tarde temos que voltar carregando todas as blusas, porque já

está calor.

Por isso, disponibilizamos para vocês algumas dicas do que vestir nessas intensas mudanças de clima. Nessa transição para o quente verão, vamos conhecer algumas peças essenciais para passar sem apuros.

dicas para se vestir
Fonte: Unsplash

Suéter

Se você acha que o suéter, com seu tecido de tricô e lã, é uma peça para ser usada apenas no inverno, está enganada.

Essas malhas mais finas, como o tricô, te protegem dos dias mais frios e do vento do ar condicionado do escritório.

A dica é deixar um suéter fininho dentro da bolsa para o caso de esfriar durante o dia. Se você for sair cedo e voltar tarde para casa, uma blusinha de reserva para proteção pode ser a salvação para não passar frio.

Cardigan

Os cardigans também conquistaram um espaço mais que especial no nosso guarda-roupa. Se você gosta de um acessório cheio de estilo, elegância e delicadeza, achou o que procurava.

Essa peça é usada também como um acessório. Unindo o útil ao agradável, o cardigan nos aquece na medida certa e também traz um estilo único, despojado e delicado que tanto gostamos de acrescentar no nosso dia a dia.

Além de todas as facilidades e utilidades do cardigan, é uma peça super prática. Por ser de tecido leve e pequeno, é fácil de carregar na bolsa e até na mão.

Camisa

dicas para se vestir
Fonte: Unsplash

Outra opção para se proteger do friozinho que ás vezes nos persegue é a camisa. A camisa apresenta várias versões e opções para escolhermos. Tem para todos os visuais e gostos.

Se você não gosta de carregar casaquinhos, cardigans ou suéteres por ai, a camisa pode ser a escolha perfeita para você. A peça vai ficar com você o dia todo, te protegendo do ventinho chato e persistente do dia a dia.

Uma dica de camisa que já falamos aqui no blog e está fazendo o maior sucesso é a chemisier. A chemisier, ou camisa em francês, é um tipo de camisa soltinha e de tecido leve que nos deixa cheias de estilo e prontas para qualquer ocasião.

Além disso, se o tempo já estiver mais quente, você pode usar a chemisier como um vestido. Olha que peça versátil, te dando diversas opções de uso, uma mais linda e estilosa que a outra.

Lenço

Esses dias atrás fizemos um post especial só para falar dos usos e benefícios do lenço. Essa é outra peça que nos dá diversas opções.

Além dos usos para o lenço que falamos no último blog, essa peça também pode ser uma forte aliada nesses dias de clima complexo. No pescoço, o lenço pode te ajudar na proteção contra ventos e tempos mais fresquinhos.

Cropped cruzado: Looks e dicas de como usar

Cropped cruzado: Looks e dicas de como usar

Faz bastante tempo que o top no estilo cropped está em alta, porém do ano passado para cá, ele ganhou uma repaginada. Há uma tendência em relação à peças mais estruturadas e com recortes geométricos.

Nos dias de calor, o cropped pode se tornar a peça chave do seu guarda roupa pois vai bem com calças, saias e shorts que possuam cintura alta. Por ser versátil, sem dúvida vai complementar seu closet, formando looks com peças que você já possui. 

cropped
Fonte: Unsplash

Nos desfiles da última temporada de várias marcas chiquérrimas, como Givenchy, Roland Moret e Cushine et Ochs, a peça que ganhou destaque foi o cropped cruzado (ou em formato de X).

Por ser bem simétrico, a peça deixa a silhueta mais charmosa e desenhada, pois gera um efeito angular no formato do corpo.

O modelo de cropped em X é bem jovem, mas fica bem em vários tipos de corpo. Mulheres “malhadas” podem mostrar melhor as formas definidas usando a peça.

A combinação com calça flare é sucesso! Já para as meninas mais magrinhas, a peça dá um ar de delicadeza.

Quem tem um estilo romântico pode combinar o cropped com peças confeccionadas em tecidos delicados, como renda ou detalhes em guipir. E lá vai uma boa notícia: As mulheres acima do peso também podem usar cropped cruzado!

Basta escolher um modelo do tamanho certo (que não aperte e deixe as gordinhas “sobrando”) e combinar o look com peças fluídas na parte de baixo, como saias de cintura alta e bem soltinhas.

Saias longas também ficam muito bonitas e alongam qualquer mulher!

Por todos esses motivos, podemos dizer que o cropped em X é uma peça bem democrática e que se adapta a vários estilos. Se você é antenada nas tendências tem que ter um no seu guarda roupa! Para te ajudar na hora de montar os looks, fizemos uma seleção de produções bem legais da Ritual. 🙂

Dicas de looks com cropped cruzado

1. Cropped com calça de cintura alta

Uma das dicas é combinar com calças no estilo pantacourt ou flare, que estão em alta, ou ainda com os modelos semi bag (aquelas mais larguinhas, com cara de “calça da mãe”) que recentemente voltaram à moda. As calças pantalonas ou pantacourt tendem à deixar o look mais sofisticado, já as semi bags tem um ar mais street style.

Para as mais despojadas, uma dica de look para a noite é: cropped cruzado + calça disco de cintura alta + salto. Caso esteja frio, você pode vestir uma jaqueta de couro e/ou colocar uma camisa jeans ou xadrez.

2. Cropped com blazer

cropped
Fonte: Unsplash

Para aquelas precisam de um look bem sofisticado, para ir à um evento ou festa, a dica é usar um blazer por cima do cropped cruzado. Usando uma calça de alfaiataria de cintura alta você conquista um visual moderno e elegante ao mesmo tempo.

3. Cropped com saia fluída

Em um dia bem quente, você pode combinar a peça com shorts jeans destroyed de cintura alta ou saias rodadas. A combinação do cropped cruzado com essas peças gera um look perfeito para um passeio no parque ou qualquer outro evento casual.

A única dica que vale sempre, para todas as mulheres, é deixar apenas uma pequena faixa da barriga aparecendo. Assim você garante um look sexy e sofisticado ao mesmo tempo. Não tem erro!

Gostou de algum dos looks? Você pode ver muito mais em nosso Instagram. Confere lá e responda nos comentários qual look do Instagra você mais gostou.

Biquíni: Como encontrar o ideal para o seu tipo de corpo

Biquíni: Como encontrar o ideal para o seu tipo de corpo

Que tal curtir o calor que está fazendo usando um biquíni que te deixe mais confiante? A escolha do biquíni certo para o seu tipo de corpo faz a diferença. Você pode, por exemplo, esconder a barriguinha saliente ou dar a impressão de que seu bumbum é mais volumoso.

Pêra (seios pequenos e quadris largos)

biquíni
Fonte: Unsplash

Em cima: O ideal é chamar a atenção para a parte de cima e apostar em uma peça que ajuda a dar a ilusão de volume. Top frente-única (amarrado no pescoço) dá sensação de ombros mais largos e equilibra a silhueta.

Para aumentar o volume dos seios, nada melhor que os modelos com bojo e amarração ou fecho na frente para dar efeito push-up. Detalhes como drapeados, babados, lantejoulas e aplicações de pedras também ajudam a destacar a região e dar volume.

Em baixo: Mantenha a discrição na parte de baixo para não ressaltar ainda mais os quadris largos. Uma calcinha de cor lisa e neutra cumprirá essa função. Fora isso, você pode usar uma calcinha mais alta. Este modelo tende a alongar e afinar as pernas.

Triângulo invertido (seios grandes e quadris estreitos)

Em cima: Neste caso, é preciso desviar a atenção dos seios e usar uma peça que dê sustentação – e que não deixe nada escapar do biquíni.

O modelo meia-taça com aro, mas sem bojo, é uma boa opção para dar sustentação. Aposte também naqueles que têm alças largas, como o frente única e decotes em V.

Em baixo: O ideal é usar calcinhas menores ou com detalhes, como laços, babados, fivelas, brilhos etc, para valorizar e aumentar o bumbum.

Oval (cintura mais larga que ombros e quadris)

Para esconder a possível barriguinha, a sugestão é usar calcinhas com cós alto, como as hot pants, de preferência não mostrando a barriga abaixo do umbigo – ou exibindo uma pequena parte dela. As alças devem ser sempre mais largas e as peças em cores mais discretas.

Outra dica é usar listras verticais e diagonais que ajudam a criam a ilusão de que o corpo é mais fino e alongado. A indicação é usar peças mais estruturadas e firmes: prefira uma calcinha e um top mais fechados para equilibrar com a barriga maior que ombros e quadris.

Foi-se o tempo que os biquínis pequenos eram preferência. Neste verão, calcinhas com modelagens maiores caíram no gosto das famosas e ganharam destaque nas areias. E não foi só a parte de baixo que surgiu maior, mas os tops também.

Segundo os especialistas, a tendência voltou com força total. Além de ser resgatada do passado, a moda retornou para o Brasil também por influência do exterior. Ela contou que o consumo das peças maiores aumentou bastante. Ainda mais quando temos algum detalhe mais descolado, como vazados e tiras.

Retângulo (medidas similares)

biquíni
Fonte: Unsplash

Em cima: Tomara-que-caia estruturado, franzido ou torcido no centro, com ou sem amarração central presa no pescoço.

Estampas grandes, principalmente geométricas e florais, cores claras ou vibrantes e brilho criam uma ilusão de ótica sobre essa parte do corpo e são ótimas para realçá-la.

Em baixo: Nesse corpo que não tem muitas curvas, tenta criá-las com uma tanga com babados, lacinhos e outros detalhes que adicionem volume.

Se você tem bumbum, mas não tem quadril, calcinhas com tiras largas amarradas nas duas laterais resolvem esse problema, segundo Juliana.

Ampulheta (corpo violão)

Mulheres com esse corpo têm as medidas mais equilibradas e, por isso, podem usar todos os tipos de biquíni. O modelo cortininha adapta-se bem ao formato violão. Apesar desse tipo de corpo combinar com tudo, existe um alerta: vale sempre lembrar de usar materiais firmes e peças do tamanho certo para não sobrar tecido – e nem faltar! 😀

Contorno facial: Passo a passo

Contorno facial: Passo a passo

Um dos recursos de maquiagem mais utilizados pelos profissionais, a técnica de contorno facial é uma espécie de fábrica de ilusões. Com ela, um rosto redondo parece mais afinado, um nariz, levemente empinado, e um queixo proeminente é atenuado.

Tudo isso, graças ao princípio de luz e sombra, usado para destacar o que precisa ser valorizado e apagar o que se quer esconder. É mais fácil do que parece – o maior desafio é descobrir os pontos e o jeito certo de aplicar cada produto, o que ensinamos no passo a passo ao lado.

O contorno mais bem feito é aquele que fica imperceptível. Em geral, destacam-se testa, topo do nariz e queixo e escurece-se a região das têmporas.

Itens básicos para fazer o contorno

contorno facial
Fonte: Unsplash

Você vai precisar de um iluminador ou corretivo em uma tonalidade mais clara que a da sua pele, outro um tom mais escuro e um blush terroso opaco. Indico o uso de produtos com textura sequinha para dar efeito de sombra e mais cremosos para iluminar.

Desde que o efeito virou febre, são lançados produtos específicos a todo momento. Fique de olho.

Os bronzeadores ou iluminadores em bastão, por exemplo, são uma boa pedida, pois facilitam a aplicação e deixam aspecto mais natural.

Outro detalhe importante é a escolha dos pincéis: para preparar a pele com a base, antes de iniciar o contorno, escolha um de cerdas longas e achatadas.

Em pontos mais delicados da face, como abas do nariz, sobrancelhas e arco do cupido (centro superior da boca), use um menorzinho, como o de sombra.

As maçãs do rosto – ponto principal do contorno – devem ser marcadas com pincel de blush chanfrado, cujo formato se encaixa perfeitamente nas bochechas.

Confira, a seguir, como fazer em casa:

Passo a passo

1) Sombrear

Marque com o corretivo mais escuro a área abaixo das maçãs, seguindo, na diagonal, em direção às têmporas, nas laterais do nariz e no topo da testa. Para as iniciantes o ideal, como dito, é dar preferência para o corretivo em bastão. Para conseguir um efeito natural dê leves batidinhas com uma esponja especial para maquiagem.

2) Iluminar

Com o corretivo mais claro ou iluminador, realce o centro da testa, os pontos mais altos das maçãs do rosto, queixo e sobre o dorso do nariz. Atualmente, já existem vários tipos de iluminador: em pó, creme ou lápis. Escolha a textura que mais combina com a sua pele e aposte!

3) Realçar

contorno facial
Fonte: Unsplash

Dê acabamento com blush – no tom de sua preferência – nas maçãs do rosto. Mulheres de pele bem clara devem optar por tons rosados.

Para quem tem a pele branca amarelada, o ideal é usar o blush em tons de rosa para quebrar o fundo amarelo da rosto. Para as orientais, ela sugere o rosa mais fechado e o marrom claro com pigmentos de bronze.

Já Monica acredita que o pêssego cai bem na pele branca e os alaranjados nas orientais.

A pele morena apresenta uma tonalidade entre a branca e a negra. Sendo assim, fica mais fácil acertar na cor. Os tons rosados e o bronze são os ideais, pois dão uma aparência mais saudável e natural.

Enquanto os tons abertos ficam lindos na pele branca, os mais fechados caem melhor na morena. Opte pelo rosa queimado, e se for escolher um mais tom puxado para o marrom, prefira o mais claro, um escuro pode deixar o visual pesado.

Já as cores escuras ficam ótimas na pele negra. Blush em cores como o marrom escuro, marrom café, rosa queimado e terracota combinam muito bem com a mulher negra.

Os tons de vinho e o bronze ferrugem também ficam bem nessa pele. Já o pêssego e os tons alaranjados não devem ser usados por quem tem a pele negra.

A primeira regra na hora de passar o blush é não deixá-lo muito marcado, este efeito não fica bom em nenhum tom de pele. Depois, considere o formato do seu rosto. Quem tem a face redonda, deve aplicar o blush a partir das bochechas puxando para a diagonal. Para mulheres que tem a forma triangular, o correto é passar do centro para as laterais, na horizontal.

E as de rosto quadrado podem concentrar nas bochechas. Para saber se você está realmente aplicando nas maçãs do rosto há um truque: sorria levemente e elas irão levantar, é aí que o local correto para passar o produto.

Tendências para o Outono

Tendências para o Outono

O outono mal chegou e sabemos que quem é antenado(a) em moda já está de olho nas tendências para a estação. Apesar de as temperaturas ainda não terem baixado muito, é hora de começar a repaginar o guarda-roupa e resgatar aquele casaquinho que estava guardado. Para não errar no visual e acertar no look na hora de sair por aí ditando moda, listamos as peças serão hits nos próximos meses.

A moda é muito cíclica e as tendências vão e voltam. Hoje não tem mais aquela coisa do certo ou errado. Mas alguns itens acabam se destacando nas semanas de moda internacionais e diferentes grifes apostam em peças semelhantes. Além do tradicional xadrez preto e branco e cortes de alfaiataria, moletom com capuz e jaquetas do tipo college garantem visual despojado, divertido e jovial para todas as idades.

tendências
Fonte: Unsplash

Tendências:

Jaqueta College

Além de ser uma aposta comum para marcas esportivas, grifes tradicionais como Coach e Burberry apresentaram uma releitura das jaquetas usadas pelos estudantes nos anos de 1980 e 1990 na passarela de alta-costura de Milão.

Feita em diferentes materiais (couro, paetês, lã e até malha), a peça garante look jovial, despojado e divertido.

Seja pela mistura de cores, bordados ou aplicação de pet, pode ser usada com jeans e calças de alfaiataria pelas mulheres de todas as idades.

Caso a peça seja comprida, aposte em vestido ou calça bem justa. Se for uma jaqueta mais curta e justinha, o ideal é usá-la com calça de boca mais larga.

Moletom com capuz

Uma das famosas que adoram e usar o casaco com personalidade é Rihanna, que costuma usar moletons grandes fazendo um vestido.

A cantora sempre é fotografada com o visual prático. Apesar de aparecer em tamanhos diferentes (Cara Delevingne, por exemplo, costuma usar um moletom menor e mais curtinho), o modelo over sized tem sido a aposta das famosas.

Totalmente jeans

tendências
Fonte: Unsplash

Jeans é um tecido universal, que todo mundo gosta e todo mundo tem em casa. A dica desta temporada é misturar as lavagens ou usar o mesmo tom.

Além de combinar com peças de veludo ou coloridas, as blusas jeans podem ser usadas com saias, shorts ou calças. Acessórios coloridos ou nudes vão combinar.

Caso a intenção é ser mais fashion, pode arrematar com botas de salto, sapatos mocassim ou do tipo Oxford. Já os coturnos e tênis deixam o look mais descontraído.

Xadrez

A combinação preta e branca é um clássico que nunca sai de moda. O xadrez é um ícone do inverno e todas as marcas e lojas costumam apostar. Pode ser um vestido, uma jaqueta ou apenas uma saia.

Para combinar, aposte no uso de meia-calça preta. Se o estilo for punk, combine com outras peças na cor preta. Se a proposta é ser mais glamourosa, use tom off white.

Alfaiataria

Nesta temporada internacional de desfiles, os grandes estilistas deram destaque aos looks bem masculinizados. A mulher moderna é feminina do jeito prático e gosta do estilo sexy sem ser óbvio.

É uma identidade forte e que mostra seu poder na expressão e com a beleza. Aposte em peças de alfaiataria em cores mais femininas, elas costumam equilibrar o look. 😀

× Como podemos te ajudar?
Pular para a barra de ferramentas